BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Apesar do toque de recolher, supermercados poderão funcionar até 20h no domingo; LEIA DECRETO NA ÍNTEGRA
Decreto estabelece que, a partir deste sábado (6), toque de recolher começará duas horas mais cedo, às 20h, seguindo até 6h da manhã do dia seguinte, mas no sábado determinação será por tempo integral
Redação
05/03/2021 | 17:39

O Governo do Rio Grande do Norte publicou no fim da tarde desta sexta-feira (5), em uma edição extra do Diário Oficial do Estado, o novo decreto da governadora Fátima Bezerra (PT) que endurece as medidas restritivas para conter o avanço da Covid-19 no Estado.

CLIQUE AQUI e leia o decreto na íntegra.

Entre as ações previstas, está a ampliação do toque de recolher, medida já anunciada pela governadora mais cedo em entrevista coletiva. As regras começam a valer neste sábado (6) e seguem até 17 de março.

O decreto estabelece que, a partir deste sábado, o toque de recolher começará duas horas mais cedo, às 20h, seguindo até 6h da manhã do dia seguinte. Especificamente nos domingos, a medida vale em tempo integral, configurando uma espécie de lockdown.

Apenas setores extremamente essenciais poderão funcionar no domingo, como estabelecimentos de saúde e segurança pública. Entre os estabelecimentos autorizados a funcionar, estão os supermercados, que poderão abrir das 6h às 20h. Além disso, padarias e feiras livres também poderão receber clientes, desde que não ofereçam alimentação no local.

O novo decreto renova também as medidas já previstas em normas anteriores, como a obrigatoriedade do uso de máscaras e a suspensão das aulas presenciais nas redes pública e privada de ensino, a partir do 6º ano do ensino fundamental.

Igrejas continuam proibidas de realizar celebrações com a presença de público, como missas e cultos. Essa determinação, contudo, é controversa, já que prefeituras têm aberto exceções para os templos funcionarem com capacidade reduzida. Em Natal, as celebrações podem ter até 25% do público possível.

Também foram publicadas no novo decreto algumas recomendações aos municípios, como vetar o acesso às praias e fechar bares e restaurantes em todo o fim de semana. Na semana, esses estabelecimentos já terão de fechar as portas às 20h.

O descumprimento do decreto pode gerar multa e até detenção.

Governadora seguiu comitê científico

As medidas decretadas por Fátima Bezerra foram sugeridas pelo comitê científico que assessora o Governo do Estado. CLIQUE AQUI e leia a lista de recomendações feitas pelos cientistas.

Em um comunicado, os especialistas indicaram que, diante do aumento nas hospitalizações, era necessário ampliar o tempo do toque de recolher, para conter aglomerações.

Em entrevista ao programa “Bom Dia RN” nesta sexta-feira, o professor Ricardo Valentim, coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Lais/UFRN) e membro do comitê científico, afirmou que a ampliação do toque de recolher é uma medida drástica, mas necessária diante do quadro de piora da pandemia.

“A situação é muito crítica. Se não houver um alinhamento, podemos ter um efeito muito grave. Vamos contabilizar óbitos além do que a gente está vendo. Esse novo decreto, embasado nas recomendações do comitê científico, é para evitar o que aconteceu em Manaus”, enfatizou Valentim.

O pesquisador disse que, se novas medidas restritivas não forem adotadas, o Estado poderá alcançar ainda em março a marca de 4 mil óbitos provocados por Covid-19. Além disso, segundo ele, o RN pode passar a registrar 30 mortes por dia.

Dados

Desde o dia 18 de fevereiro, o Rio Grande do Norte está com pelo menos 80% dos leitos críticos para tratamento de Covid-19 ocupados. Nesta semana, o índice superou os 90%.

Às 18h desta sexta-feira (5), a taxa estava em 92,23%. Havia apenas 14 leitos disponíveis para 70 pacientes na fila. Os dados são da plataforma “Regula RN”, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), que monitora em tempo real a situação dos hospitais.

Entre quinta e sexta, o Estado confirmou 34 novas mortes por Covid-19. Com isso, o RN agora tem um total de 3.709 vítimas do novo coronavírus desde o inicio da pandemia. Os diagnósticos totais são 171.943. Nas últimas 24 horas, foram 1.654 novos casos confirmados.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.