BUSCAR
BUSCAR
Pandemia
Novo decreto de Fátima com toque de recolher às 20h é para evitar colapso na saúde, opina deputado
De acordo com ele, só com medidas mais rígidas será possível evitar uma situação de colapso na saúde, ou seja, a completa falta de leitos
Redação
05/03/2021 | 15:58

O deputado estadual Francisco do PT, líder do governo Fátima Bezerra na Assembleia Legislativa, elogiou nesta sexta-feira (5) a decisão da governadora de endurecer as medidas restritivas para conter o avanço da pandemia de Covid-19 no Rio Grande do Norte.

Segundo ele, o cenário epidemiológico da pandemia no Estado não deixou alternativas para o governo potiguar a não ser ampliar a duração do toque de recolher – que, a partir de sábado (6), será das 20h às 6h do dia seguinte. De acordo com ele, só com medidas mais rígidas será possível evitar uma situação de colapso na saúde, ou seja, a completa falta de leitos.

“A governadora, de forma corajosa, vem tomando todas as medidas necessárias de restrições para promover o isolamento social, como uma medida de conter a saturação de leitos que estamos vivenciando. Já temos em diversas regiões 100% dos leitos ocupados, e a tendência é esse quadro se agravar”, avaliou o deputado estadual.

Para Francisco do PT, o atual momento é o mais grave da pandemia de Covid-19 no País. “E o que é pior: há déficit no número de leitos para atender tantas pessoas em UTIs”, relatou. O parlamentar afirmou que, neste cenário, a governadora potiguar demonstra “compromisso com a vida das pessoas”.

“A governadora não teve outra alternativa a não ser editar esse decreto para que possa garantir o mínimo possível, que é a garantia de leitos para as pessoas que estão nessa situação crítica no RN”, concluiu a deputada petista.

Desde o dia 18 de fevereiro, a rede pública de saúde do Rio Grande do Norte tem pelo menos 80% dos leitos críticos (UTI e semi-UTI) ocupados com pacientes com Covid-19. No início desta semana, a situação piorou, com o índice superando os 90%.

Às 15h45 desta sexta-feira, a taxa de ocupação de leitos críticos estava em 89,97%, segundo a plataforma “Regula RN”, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), que monitora em tempo real a situação nos hospitais credenciados para receber pacientes infectados com o novo coronavírus.

Na última consulta, havia 17 leitos disponíveis, mas 76 pacientes na fila.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.