BUSCAR
BUSCAR
Representatividade
Aline Juliete: permita que eu fale, não as minhas cicatrizes
No Dia da Consciência Negra, a advogada Aline Juliete, que representou 2.193 pessoas nestas eleições municipais, conta neste artigo um pouco sobre a própria história e destaca a educação como ferramenta de transformação
Aline Juliete
20/11/2020 | 06:04

O ano de 2020, que jamais será esquecido pelas duras dificuldades coletivamente enfrentadas, foi quando eu me tornei candidata a vereadora de Natal. Me chamo Aline Juliete, tenho 31 anos, sou advogada especialista em Direito Administrativo, pesquisadora e militante do Partido dos Trabalhadores.

Não bastasse o desafio de enfrentar uma eleição, neste período pandêmico concluí a escrita da minha pesquisa de mestrado “A produção das diferenças no chão da escola e a interseccionalidade: um estudo etnográfico em uma escola em tempo integral em Natal-RN”, a qual defenderei no próximo dia 26, no Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais da UFRN.

Enquanto eu me preparava para minha primeira campanha como candidata a vereadora, o mundo via o isolamento social se impor de forma rígida. Em março, completaram-se dois anos sem Marielle Franco e eu havia sido convidada para palestrar em uma mesa redonda com outras mulheres negras no Departamento de Comunicação da UFRN, porém diante da pandemia este e os eventos que estavam por vir foram cancelados.

Precisamos nos reinventar, tudo nesta campanha e pré-campanha para vereadora de Natal foi um verdadeiro aprender fazendo. Iniciamos um trabalho continuado nas redes sociais, em lives e reuniões com apoiadores sobre questões sociais variadas, que fariam parte do nosso programa político para qualificação do trabalho parlamentar na Câmara Municipal de Natal.

Discutimos vários projetos para a cidade, passando pelo planejamento urbano, pelas políticas educacionais, pelos direitos humanos e pela estruturação dos equipamentos de saúde, mas em todos os debates percebemos que os temas eram tratados a partir da centralidade da questão racial e de gênero. E não poderia ser diferente.

De alguma forma, a política sempre esteve presente na minha vida, pois na infância e adolescência eu já tinha consciência que dividia os bancos das escolas públicas de Natal com colegas em situação de alta vulnerabilidade social; no ensino médio fui beneficiária da política pública de cotas, tendo ingressado no curso técnico integrado em informática do IFRN através do processo seletivo denominado Pro-CEFET, pelo qual 50% das vagas da instituição eram reservadas a estudantes oriundos das escolas públicas no ensino fundamental.

Em 2010 ingressei no curso de Direito da UFRN, atuei no movimento estudantil e fiz parte de três gestões do Centro Acadêmico Amaro Cavalcanti, onde cheguei a convite de Natália Bonavides, atualmente Deputada Federal pelo PT.

A partir dessa experiência, nossa campanha teve como o mote “Representatividade Importa”, porque o meu reconhecimento pessoal enquanto mulher negra se relaciona diretamente às lutas políticas que tenho encampado desde o movimento estudantil em um curso elitista como o de Direito, na minha trajetória profissional, realizando palestras nas escolas públicas sobre os direitos das mulheres, ações afirmativas e consciência negra, à atuação na advocacia militante, onde cheguei a ocupar a vice-presidência da Comissão de Direitos Humanos da OAB-RN em 2017.

Eu carrego a política na minha identidade: ser uma advogada negra, acadêmica e qualificada para concorrer ao cargo de vereadora da capital do meu Estado foi o resultado de um processo formativo muito anterior, que envolveu a ação de pensar criticamente sobre os problemas sociais e me tornar uma cidadã que deseja interferir positivamente nos rumos da nossa cidade.

E o resultado surpreendeu muita gente, obtivemos 2.193 votos de natalenses que me veem como uma pessoa vocacionada a ocupar esse lugar de luta por representatividade na política, por ser uma voz que sai de um lugar de subalternidade e com coragem assume uma posição de liderança.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.