BUSCAR
BUSCAR
Educação
Retorno de aulas presenciais no RN não deve acontecer até o fim de agosto
Redes pública e privada de ensino movimentam 1 milhão de pessoas no RN e um retorno antes dessa data pode impactar na pandemia
Redação
30/07/2020 | 15:34

O Comitê Setorial da Educação do Governo do RN está elaborando três áreas de protocolos para quando for possível retomar as aulas presenciais na rede pública de ensino. O Secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Getúlio Marques, disse nesta quinta-feira (30) que os protocolos são para as áreas pedagógica, normativa e de biossegurança.

“As aulas não foram suspensas, estão acontecendo por meios eletrônicos e via material impresso enviado para as comunidades rurais. O ano está comprometido, mas não perdido. Estamos fazendo todos os esforços para que não se perca o ano letivo de 2020”, afirmou o secretário na entrevista coletiva para atualização de dados e prestação de contas das ações da gestão estadual no enfrentamento à Covid-19.

Getúlio Marques informou que a Secretaria Estadual de Educação está trabalhando com ciclos e no retorno a atividades presenciais fará avaliações de nível de cada aluno, um trabalho de nivelamento e demais análises para assegurar a regularidade dos conteúdos.

Nesta quarta-feira (29), após uma reunião interna, o Comitê Setorial da Educação se reuniu com o Comitê de Segurança da Saúde e ouviu a mesma avaliação anterior: não há condições para o reinício das aulas presencias no dia 17 de agosto como estava previsto.

“A pesquisa é unânime. As condições para retornar dia 17 agosto não são favoráveis. É preciso aguardar uma melhoria mais efetiva no quadro da pandemia para voltarmos com segurança. Precisamos esperar o momento certo para voltar, mas não será antes do final de agosto. Educação é direitos de todos e a gente quer preservar, mas só retornaremos com segurança por que isso significa mais de um milhão de pessoas voltando a circular em todo o Estado”, enfatizou.

Getúlio ainda informou que as prefeituras não têm prerrogativa para autorizar o funcionamento presencial das escolas privadas. “Especialmente aquelas que têm ensino médio, que é competência do Estado e do Conselho Estadual de Educação. As prefeituras podem deliberar sobre o ensino fundamental e a educação infantil”.

Fiscalização no litoral potiguar

Sobre o apoio estadual às fiscalizações nos municípios localizados no litoral do estado, o secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do programa Governo Cidadão, Fernando Mineiro, reafirmou que as atividades desenvolvidas pelo Governo têm o objetivo claro de barrar o avanço da contaminação e de novos casos de Covid-19.

“Importantes ações estão articuladas pelo Estado junto aos municípios. O RN tem posição positiva comparado a outros Estados, mas é preciso manter o controle e a vigilância para impedir novos casos da doença. E isso só é possível se avançarmos na prevenção”, registrou.

Ações articuladas funcionaram bem no fim de semana passado e continuarão neste sábado (1º) e domingo (2).

“O sistema de vigilância do Ciosp da Secretaria Estadual de Segurança Pública, está à disposição da prefeitura de Natal, funciona 24 horas e cobre, ao vivo e on line, a movimentação de Ponta Negra à Redinha. Hoje teremos nova reunião para organizar a fiscalização. Não é hora ainda de aglomerações. Queremos evitar o efeito sanfona como aconteceu em outros Estados e países. É hora de manter o isolamento para conter o avanço da pandemia. O nosso litoral tem 50% da população, mas tem entre 60 e 70% do número de casos e de mortes por Covid”, afirmou Fernando Mineiro.

Dados

O total de internamentos em consequência da Covid-19 no Rio Grande do Norte nesta quinta-feira, 30, é de 448 pacientes. Destes 233 estão em leitos críticos e 215 em leitos clínicos. A taxa geral de ocupação de leitos críticos para pacientes de Covid-19 é de 61%. Nas regionais segue distribuído desta forma:

54% – Natal

40% – João Câmara

88% – Mossoró

20% – Pau dos Ferros

20% – São José de Mipibu

63% – Seridó

A fila de regulação tem 2 pacientes para leitos críticos, 2 para leitos clínicos e 16 aguardando transporte sanitário. Os casos confirmados hoje somam 49.667, os suspeitos chegam a 61.800, há 78.818 descartados, 1.750 óbitos registrados (7 nas últimas 24 horas) e há 185 óbitos em investigação. A taxa de isolamento social é de 39%.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.