BUSCAR
BUSCAR
Educação
SENAI define protocolo sanitário para retorno das aulas presenciais no RN
Unidades de ensino com aulas em oficinas e laboratórios deverão promover mudanças físicas nos ambientes para fazer com que distanciamento de dois metros entre instrutores e alunos seja respeitado
Redação
13/07/2020 | 22:56

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) elaborou um protocolo com critérios de saúde e segurança a serem seguidos, além de reforçar a necessidade de se seguir as normas das autoridades sanitárias. As medidas serão aplicadas nas unidades localizadas no Rio Grande do Norte após a permissão de retomada das aulas presenciais por parte do Governo do Estado, o que deve acontecer até agosto.

Com este objetivo, o documento foi elaborado por médicos do trabalho, epidemiologistas, engenheiros de saúde e segurança no trabalho, psicólogos e outros especialistas. O protocolo tem como foco a volta das aulas presenciais para o desenvolvimento de habilidades específicas em oficinas e laboratórios, que não puderem ser desenvolvidas por meio de simuladores ou outras estratégias em ambientes virtuais da educação a distância (EaD). “O Senai tem um vasto portifólio de cursos EaD que estão sendo utilizados juntos aos alunos. Porém, nossos cursos técnicos exigem momentos presenciais, então, vamos fazer isso de forma gradual, e da forma mais segura possível”, explica Felipe Morgado, gerente-executivo de Educação Profissional do Senai.

“Sabemos que o impacto da pandemia do coronavírus causou na sociedade mudanças de hábitos de vida. Neste contexto, as ações a serem implementadas, pelo Senai obedecerão todas as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) no tocante ao distanciamento social, sanitização do ambiente, comunicação e monitoramento do efetivo cumprimento das medidas. As aulas presenciais serão retomadas, a partir do momento que forem autorizadas, gradativamente de modo a impactar na redução do risco de contaminação”, acrescenta a gerente de Educação do Senai no Rio Grande do Norte, Simone Oliveira.

Entre os cuidados com alunos, cada escola do Senai deverá fazer, antes da retomada, uma pesquisa entre eles, detectando quais são do grupo de risco e quais realmente poderão voltar às atividades presenciais. As escolas também precisam identificar os cursos que devem ser priorizados na retomada gradual das aulas, levando em consideração as áreas que mais necessitam do momento presencial, como eletrotécnica, mecânica, automação industrial, entre outras que possuem etapas presenciais obrigatórias.

Uma vez retomadas as aulas, os alunos deverão seguir algumas regras, tais como não usar bijuterias nem adereços de metal, além de usar o cabelo preso. Além disso, eles serão orientados a levar seu próprio “Kit aluno covid-19”, com álcool gel (especialmente durante ou após o deslocamento para a escola), recipiente próprio para beber água, de uma a duas máscaras para trocar durante o período dentro da escola, lenço umedecido para higiene pessoal, e saquinho de lixo para colocar os produtos que manuseou e precisa descartar.

No caso de aulas em oficinas e laboratórios, as escolas deverão realizar mudanças físicas nos ambientes para que o distanciamento de dois metros entre instrutores e alunos seja respeitado. No caso de salas de informática, por exemplo, as mesas que eram para duplas, deverão ser ocupadas por uma só pessoa. Assim, as turmas terão apenas a metade de alunos do que o espaço costumava abrigar antes da pandemia.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.