BUSCAR
BUSCAR
Feriadão
Fátima quer decretar feriado no RN na sexta (12) para estimular isolamento social
Feriado em homenagem aos Mártires de Uruaçu e Cunhaú acontece anualmente no dia 3 de outubro, e a intenção da governadora é antecipar o feriado para sexta-feira (12). Com isso, Estado teria feriadão, já que quinta é dia de Corpus Christi
Redação
09/06/2020 | 17:26

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte marcou para a sessão desta quarta-feira (10) a votação de um projeto de lei que autoriza a governadora Fátima Bezerra a antecipar, por decreto, feriados estaduais instituídos por lei. A medida, se aprovada, vai valer enquanto perdurar o estado de calamidade pública provocado pela pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a assessoria do Governo do Estado, caso a Assembleia aprove o projeto nesta quarta, Fátima vai editar um decreto adiantado o feriado criado para homenagear os Mártires de Uruaçu e Cunhaú. A celebração acontece anualmente no dia 3 de outubro, e a intenção da governadora é antecipar o feriado para sexta-feira (12).

Se isso for confirmado, o Rio Grande do Norte terá um “feriadão” nos próximos dias, já que quinta-feira (11) é feriado nacional de Corpus Christi. A intenção da proposta é estimular o isolamento social, única estratégia eficaz, segundo os especialistas, para conter o avanço da pandemia do coronavírus.

“A antecipação dos feriados poderá incentivar a adesão da população ao cumprimento das regras de isolamento social. Ademais, após o fim do estado de calamidade, cada dia útil fará diferença para a recuperação econômica e social do Estado, em busca da retomada da produtividade econômica”, afirma Fátima.

Neste ano, o feriado dos Mártires cairia em um sábado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.