BUSCAR
BUSCAR
Ney Lopes
Tudo indica que o União Brasil apoiará a candidatura de Sérgio Moro, indicando o vice
Confira a coluna de Ney Lopes desta terça-feira 14
Ney Lopes
14/12/2021 | 08:55

Política não é para “amadores”
Na Grécia antiga, Platão dizia: “Se a política é uma arte, precisa ser exercida por quem entenda dela”. Exigiam-se pré-requisitos de competência, antes do candidato pretender assumir o cargo de representante do povo. Conhecimento e experiência eram qualidades indispensáveis.

Mudança
No Brasil ornou-se rotina o desejo de renovação da classe política, porém sem o cuidado, de que os novos eleitos sejam qualificados ou não para o cargo. Muitas vezes fala-se em tom jocoso do “político profissional”, como se a política fosse algo ruim, prejudicial às pessoas. O ato de fazer política é indispensável. O problema está nas pessoas eleitas, despreparadas, sem espírito público, movidas por vaidade, ou ressentimentos.

Exemplo
Bolsonaro, filhos e esposa fizeram política por anos seguidos. Em 2018, ele se apresentou como “antipolítico” e convenceu a população. Contrariou a lógica de que não há médicos não médicos, nem pilotos de avião sem experiência em pilotar. Logo, a política não pode ser exercida por amadores. Muitos eleitos não têm a a menor ideia do que é um mandato, o que faz e as responsabilidades de um político.

Candidatos
A mudança é saudável para a sociedade. Os candidatos precisam estar capacitados para funções políticas, mesmo que na vida privada exerçam certas atividades, com aparente eficiência. Sebastian Piñera, presidente do Chile, milionário e o maior empresário do país, deu no fracasso que deu. Mauricio Macri, na Argentina, a mesma coisa. Os dois saem enxotados do poder.

Cinzas de Ney Júnior
Amanhã, 15, com Abigail e família, colocaremos as cinzas de Ney Júnior, no túmulo do cemitério Morada da Paz. Reverenciaremos a memória do nosso filho, lembrando o trecho da belíssima homília do amigo Padre João Medeiros, na missa de sétimo dia, quando tocou a todos nós ao dizer:
“Foi feliz o imortal Vicente Serejo ao escrever, em sua coluna diária: “O ex-vereador Ney Lopes Júnior perde a vida prematuramente, aos 47 anos, depois de exercer a vida política sem qualquer mancha ao longo de sua jovem trajetória. Raro nesses tempos.”

Apoio
Tudo indica que o União Brasil apoiará a candidatura de Sérgio Moro, indicando o vice. É o quarto partido, com quase 600 prefeitos e dispõe de estrutura financeira, tempo de propaganda de rádio e TV.

Secreto
Antes do final do ano, os olhos do Congresso estão voltados para a decisão do STF sobre o chamado orçamento secreto. Dinheiro fundamental para a reeleição dos atuais deputados.

PT
Geraldo Alckmin, hoje cotado para ser vice de Lula, disse sobre o PT em 2018, no “twitter”: “Jamais terão meu apoio para voltar à cena do crime, seus apoiadores são aqueles que acampam em frente à penitenciária”.

Alternativa
A desaceleração global da indústria e a redução do preço das commodities provocam uma tempestade na economia brasileira. O único instrumento para evitar a explosão dos preços é a alta dos juros. O ministro da Economia perdeu a credibilidade. O difícil é que não há nomes para substituir Guedes.

Tensão
Ás vésperas da posse de André Mendonça, quinta próxima, o presidente voltou a atacar o judiciário, três meses após o armistício de 7 de setembro. Bolsonaro assim age para satisfazer a sua ala de fanáticos.

Hipocrisia
Todo cidadão tem direito de entrar na política. Mas, o acusador Deltan Dallagnol desdenhava os políticos, ao exibir-se no “power point” e pintar todos como corruptos e coniventes. Agora, filiou-se a um partido e quer ser deputado.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.