BUSCAR
BUSCAR
Eleições
PSB confirma Hermano Morais como candidato a prefeito de Natal em 2020
A confirmação foi dada pelo próprio Hermano, pela executiva municipal do PSB e pelo presidente estadual do partido, o deputado federal Rafael Motta
Redação
14/09/2020 | 19:10

O deputado estadual Hermano Morais será candidato a prefeito de Natal pela Partido Socialista Brasileiro (PSB) nas eleições 2020. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira 14, durante encontro intrapartidário.

A confirmação foi dada pelo próprio Hermano, pela executiva municipal do PSB e pelo presidente estadual do partido, o deputado federal Rafael Motta, na presença dos candidatos a vereador da legenda, confirmados em convenção realizada no último sábado 12.

Candidato a prefeito

A validação da candidatura de Hermano era aguardada para o sábado, ocasião em que ele manifestou a vontade de dialogar com outros partidos de oposição para ampliar a força da mensagem de que “Natal parou no tempo e ficou para trás em comparação a outras capitais nordestinas” antes da formalização da chapa.

Em diálogo com os candidatos e com as executivas estadual e municipal do PSB, Hermano Morais afirmou que segue com a mesma disposição de encabeçar o projeto do partido, na condição de candidato a prefeito, ainda que permaneçam os diálogos com outras siglas até a quarta-feira 16, prazo final para as definições sobre coligações majoritárias.

“Trata-se de uma eleição de dois turnos e, ainda que a campanha seja curta, não podemos privar Natal de saber onde está e onde pode chegar, para que os natalenses possam tomar a sua decisão”, disse ele aos presentes.

Hermano vai agora em busca de um companheiro ou uma companheira de chapa capaz de tornar o projeto do PSB mais plural e representativo.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.