BUSCAR
BUSCAR
Saúde
RN espera perder até 5% das vacinas contra a Covid-19 durante a campanha de imunização
Para não estragar, doses da Coronavac precisam ser armazenadas a uma temperatura que oscila entre 2 e 8 ºC; Governo diz estar preparado
Redação
19/01/2021 | 15:33

O Governo do Rio Grande do Norte estima que até 5% dos frascos de vacina contra a Covid-19 se percam durante a campanha estadual de vacinação que foi iniciada nesta terça-feira 19. O possível desperdício acontece no momento em que o País ainda nem tem doses suficientes para imunizar os brasileiros que pertencem ao grupo de risco para a doença.

Em nota técnica publicada na manhã desta terça-feira, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) apontou que, das 82,4 mil doses recebidas pelo Estado através do Ministério da Saúde no 1º lote, cerca de 4 mil podem não ser utilizadas. A pasta afirma, sem especificar, que o número representa as “perdas operacionais”.

Pesquisadores envolvidos no estudo de elaboração da Coronavac – vacina que está sendo usada na primeira fase da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil – apontam que, para não estragar, as doses do imunizante precisam ser armazenadas a uma temperatura que oscila entre 2 e 8 ºC.

Essa condição, aliás, é considerada um fator de vantagem para o uso da Coronavac no Brasil. Isso porque há outros imunizantes que exigem resfriamento maior – como o da Pfizer/Biontech, que precisa ficar a uma temperatura de – 70 ºC, o que demandaria maior investimento logístico e refrigeradores mais robustos, que não são encontrados em unidades de saúde do interior do País.

Nas últimas semanas, o Governo do RN tem afirmado que está preparado para distribuir e armazenar as vacinas em condições ideais. A gestão estadual anunciou que providenciou refrigeradores nas mais diversas regiões do Rio Grande do Norte.

Segundo o mais recente comunicado da Sesap, o Estado conta com um ultra freezer, sete câmaras frias de mil litros, além de 18 câmaras frias de 1000l (três para cada regional). Só no Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais, são duas câmaras frias de mil litros e uma câmara fria de 340 a 400 litros, além de 28 câmaras frias de 340 a 400 litros distribuídas em quatro municípios (quatro em São Gonçalo do Amarante, quatro em Parnamirim, oito em Mossoró e 12 em Natal).

A rede estadual possui também oito câmaras frias de mil litros: duas para cada município descrito anteriormente. Em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), são sete ultrafreezer para armazenamento das vacinas.

Quando são entregues para os municípios, as vacinas passam a ser armazenadas pelas prefeituras.

Início da campanha de vacinação

O Rio Grande do Norte começou sua campanha de vacinação contra a Covid-19 nesta terça-feira. Oito profissionais de saúde receberam a 1ª dose da Coronavac – foram quatro técnicos de enfermagem, dois enfermeiros e dois médicos, todos com atuação em unidades de saúde da Região Metropolitana.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.