BUSCAR
BUSCAR
Gastronomia
Confira a coluna “Sal & Pimenta” de quarta-feira 10

10/02/2021 | 08:45

Glutamina

Quem nunca saiu comprando suplementos sem saber o que é e se realmente precisa? Pois é, muitas pessoas fazem isso, mas estou aqui pra falar de um suplemento em específico (posteriormente, falarei de outros) para que você não fique na dúvida. Vamos saber sobre a glutamina?

O QUE É? É um aminoácido não essencial (produzido pelo nosso corpo), ou seja, podem ser considerados essenciais em determinados estados fisiológicos de desenvolvimento e determinada condição clínica como a fibromialgia, artrite reumatoide, entre outras.

PARA QUE SERVE? Serve para imunidade e melhorar a função intestinal.
QUAL INDICAÇÃO? Por ser um aminoácido abundante na alimentação, sua indicação para pessoas saudáveis é dispensável. Porém, pessoas com doenças intestinais, má digestão, problema de imunidade ou doenças autoimunes, podem ter indicação de uso.

GLUTAMINA FUNCIONA? Sim! Vou citar abaixo algumas de suas funções.

• Fortalecimento do sistema imunológico (indispensável para a defesa do organismo contra doenças e infecções).
• Preservação e manutenção e ganho de massa muscular.
• Reduz o intenso catabolismo muscular (perda de massa magra).
• Auxilia na recuperação muscular.
• Estimula a síntese de hormônio do crescimento.
• Reduz ação catabólica do hormônio cortisol.
• Melhora da função intestinal (melhorando a partir disso a absorção de nutrientes).
• Em momentos de restrição calórica é interessante, pois reduz a ação catabólica do hormônio e cortisol.
• É importante consumi-la apenas a partir de uma recomendação de um profissional especializado que irá indicar a quantidade ideal para você.
• Melhora o funcionamento do cérebro.
• Equilibra produção de hormônios.
• Melhora a qualidade do sono.
• Diminui a glicose no sangue.
• Melhora a memória.
• Favorece a produção de glutationa.
• Ajuda a eliminar a amônia do corpo.

QUAIS ALIMENTOS SÃO RICOS EM GLUTAMINA? Peixes, ovos, soja, grão de bico, lentilha, feijão, ervilhas, arroz, beterraba, espinafre.
CONTRAINDICAÇÃO DA GLUTAMINA? Pacientes com problemas nos rins e fígado devem ser acompanhados por um profissional.

Glutamina engorda ou emagrece? Ainda não existe uma resposta definitiva para esta questão, já que faltam estudos sobre o tema. Pelo que se sabe até agora, é possível afirmar que a glutamina não engorda e pode ajudar na perda de peso. Entretanto, conforme exposto anteriormente, a suplementação só é indicada em situações específicas. Portanto, não faz sentido começar a tomar glutamina somente com a intenção de emagrecer, até porque seus efeitos neste sentido não estão comprovados.

Glutamina: como tomar? O ideal é buscar a orientação de um profissional de saúde habilitado para consumir a glutamina como suplemento. Assim, será prescrita uma dose diária individualizada, de acordo com suas necessidades específicas. Ao comprar um suplemento à base de glutamina, é importante conferir se o mesmo possui registro na Anvisa. Em geral, é recomendada a glutamina em pó e sua dose diária varia de 5 a 15 gramas, fracionada em 2 ou 3 tomadas. A glutamina deve ser misturada a líquidos em temperatura ambiente ou frios, pois altas temperaturas podem anular suas propriedades.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.