BUSCAR
BUSCAR
Língua Portuguesa
Confira a coluna “Desenrolando a Língua” desta terça-feira 9

09/03/2021 | 00:03

HOMÔNIMOS E PARÔNIMOS

Existem vocábulos de sentido diverso com grafia e pronúncia semelhantes, mas não são iguais; são os parônimos: ratificar (confirmar) – retificar (corrigir); descriminar ( tirar a culpa, isentar de crime ) – discriminar ( separar, discernir).

Há vocábulos com grafia semelhante e pronúncia igual; são os homônimos imperfeitos: concertar (harmonizar, combinar) – consertar (restaurar); seção ou secção (departamento, setor, divisão) – sessão (reunião, espaço de tempo) – cessão (ato de ceder).

Há outros que têm a grafia e a pronúncia iguais; são os homônimos perfeitos: são (santo) – são (sadio) – são (forma verbal).

Justamente devido à semelhança que há entre esses vocábulos, são frequentes as dúvidas a respeito de sua grafia.

Vejam o caso de acético (ácido, relativo ao vinagre) – ascético (místico, devoto, relativo aos ascetas) – asséptico (isento de germes, relativo à assepsia).

Na mesma linha, seguem aparte (interrupção) – à parte (separadamente); censo (recenseamento) – senso (juízo); descargo (alívio) – desencargo (desobrigação); daí: descargo de consciência, em vez de “desencargo”; brocha (prego) – broxa (pincel). Em sentido pejorativo, “brocha” é o que se diz de indivíduo que não consegue ter ou manter ereção; impotente.

A lista é enorme. A consulta a um dicionário é a melhor opção antes de escrever.

ABRE ASPAS

O pessimista vê dificuldade em cada oportunidade. O otimista vê oportunidade em cada dificuldade. Winston Churchill

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.