BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Confira a coluna de Daniela Freire desta quinta-feira, 8
Candidato promete abrir mão de salário e doá-lo caso seja eleito
Daniela Freire
08/10/2020 | 05:39

Sem salário

Seguindo a linha já adotada no Legislativo municipal pela vereadora Eleika Bezerra (PSL), o candidato a prefeito de Natal Coronel Hélio (PRTB) prometeu a doação do seu salário como chefe do Executivo, caso seja eleito.

Palavra dada

A garantia foi dada pelo candidato ao responder uma publicação no Instagram da jornalista Lídia Pace, apresentadora do RNTV 2ª edição, da afiliada Globo, sobre as Eleições 2020, na qual ela pede propostas sérias aos que pleiteiam os cargos de prefeito e vereador.

Prioridades

Na postagem, a jornalista diz: “Atenção! Precisamos de prefeitos e vereadores para trabalharem nas áreas de saúde, educação, segurança, mobilidade, turismo, cultura, entre outros… O povo paga bem!!!”.

Propostas

Em resposta ao post da jornalista, além de afirmar que irá doar todo o salário para instituições de caridade, Coronel Hélio se mostrou disponível para apresentar o seu plano de governo e as propostas para cada uma das áreas citadas.

Prejudicado

Segundo lugar nas pesquisas sobre a disputa pela Prefeitura do Natal, Kelps Lima (Solidariedade) está inconformado com a falta de entrevistas e debates nas emissoras de televisão e se sente prejudicado. “Só um candidato ganha com isso, Álvaro Dias”, disse ele nas suas redes sociais.

Em busca de espaço

Kelps, que contabiliza apenas 20 segundos de propaganda na TV e dispensou verba do fundo eleitoral, considera que falta “espaço democrático” na campanha em Natal. “11º dia de campanha eleitoral. Nenhum candidato a prefeito de Natal entrevistado nas rádios da cidade até agora. Estou errado em cobrar que uma concessão pública entreviste todos os candidatos?”, questionou ele no Twitter.

A favor

Já chegaram às discussões na Assembleia Legislativa os decretos de campanha da Prefeitura proibindo e do Governo autorizando as passeatas, carreatas e atos com mais de cem pessoas. O deputado Vivaldo Costa (PSD) disse ser favorável à iniciativa do prefeito Álvaro Dias e defendeu, nesta quarta, que a prática seja adotada também por Fátima Bezerra.

Coerente

Vivaldo, que é médico, sempre se posicionou contra a flexibilização de comércio e serviços, contra a volta das aulas presenciais e contra o uso da ivermectina. Ou seja, mantém a coerência do discurso ao elogiar a medida do Executivo da capital.

Posição

“O Tribunal Regional Eleitoral paraibano baixou decreto proibindo aglomerações políticas em todo o estado. Aqui no Rio Grande do Norte, os prefeitos de Florânia, Caicó e Natal fizeram o mesmo, e essa medida deve ser enaltecida. Sou adversário político tanto do prefeito de Caicó quanto de Álvaro Dias, prefeito de Natal, mas não posso deixar de elogiar a coragem pela iniciativa que proíbe as carreatas, passeatas e comícios”, disse Vivaldo.

É preciso cautela

Na oportunidade, o deputado fez um apelo ao Governo do Estado e ao Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE/RN), sugerindo que o exemplo seja seguido e aplicado em todo o Rio Grande do Norte. “A pandemia não acabou. Se engana quem pensa assim”, ressaltou o parlamentar.

Importante…

Também na Assembleia Legislativa, o assunto “turismo” dominou a pauta nesta quarta. O deputado e candidato a prefeito de Natal Coronel Azevedo (PSC) destacou a necessidade de mais investimentos no turismo do RN.

…Discussão

O parlamentar destacou a realização de uma audiência pública para tratar da retomada do turismo no Rio Grande do Norte e afirmou que é preciso que o tema seja discutido com mais ênfase na Casa. “Não é de hoje que o turismo é apontado como um dos principais motores da economia do nosso Estado”, afirmou.

Péssimo para muitos…

Um levantamento publicado nesta quarta-feira pelo banco suíço UBS constata que a pandemia colocou à mesa de forma explícita o quão desigual é a sociedade humana. Se por um lado a pandemia “jogou milhões de pessoas para a pobreza”, para os bilionários do mundo e do Brasil ela foi sinônimo de aumento de suas fortunas.

…Excelente para poucos

A informação foi publicada pelo jornalista Jamil Chade no UOL: A fortuna na mão dos ‘ultra-ricos’ atingiu um novo pico de US$ 10,2 trilhões em julho, contra US$ 8,9 trilhões no final de 2017. Os setores de tecnologia e saúde são os grandes responsáveis pelo salto.

Rápidas

Levantando a moral: O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira 7 que a “palavra final” das decisões econômicas é de duas pessoas: dele próprio e do ministro da Economia, Paulo Guedes. Bolsonaro também disse que não toma nenhuma decisão sem conversar com o ministro da área.

Deu no Valor Econômico: “Governo negocia mecanismo para acionar Orçamento de Guerra em 2021. A ideia não é um subterfúgio para se deixar o teto de gastos no próximo ano, embora o uso possa estar no radar, no caso de uma segunda onda forte da covid-19 no Brasil”.

Na imprensa nacional, a notícia é de que o governo Bolsonaro indicará Carlos da Costa para presidência do BID Invest. “Os procedimentos burocráticos ainda estão sendo realizados, mas já há uma costura política avançada”, afirmaram ontem os jornais.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.