BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Confira a coluna de Daniela Freire desta quinta, 22
Para o deputado e médico Vivaldo Costa, a obrigatoriedade ou não de vacinação da população precisa ser debatida no Congresso Nacional.
Daniela Freire
22/10/2020 | 05:41

Pautando…

A discussão sobre a obrigatoriedade ou não de vacinação da população brasileira contra a Covid-19 também já começou a pautar as discussões na Assembleia Legislativa do RN. Para o deputado e médico Vivaldo Costa, há necessidade de o tema ser amplamente debatido no Congresso Nacional. Isso porque, segundo o parlamentar, a lei que trata sobre esse tipo de situação precisa ser atualizada.

Atualizar

Na opinião de Vivaldo Costa, a lei que rege essa questão é de 1975 e precisa ser “discutida, modificada e, se conveniente, após ouvidos os especialistas, tornar a vacinação obrigatória ou não”. “O foco da lei precisa ser atual e não tão defasado quanto está hoje”, explicou.

Sem politizar

Ao abordar o assunto, nesta terça-feira, o deputado do PSD aproveitou para criticar o embate recente sobre a obrigatoriedade ou não da imunização protagonizado pelo presidente Bolsonaro e pelo governador de São Paulo, João Doria. “Em minha visão, essa situação deve ser tratada com clareza e seriedade. Não é hora de politizar uma questão tão importante”, observou o parlamentar.

Mudança brusca

A governadora Fátima Bezerra viu a garantia dada nesta terça-feira aos governadores do Nordeste pelo ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, de que o governo federal iria comprar e vacinar gratuitamente a população brasileira contra a covid-19, se desfazer em menos de 24 horas, quando Bolsonaro resolveu cancelar o acordo para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac – da chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Promessa

Na reunião por videoconferência, da qual participaram, além do fórum dos governadores, a Fio Cruz, o Butantã e a Anvisa, o ministro Pazuello garantiu que o governo federal iria investir R$ 2,6 bilhões até janeiro para incluir a vacina contra covid-19 no Plano Nacional de Imunizações (PNI).

Levada a sério

No release do Governo do RN à imprensa, sobre a reunião, a informação era de que a governadora do RN estava otimista após a audiência. “’Avançamos em caminhos concretos para a chegada da vacina’. Foi com esta boa notícia que a governadora Fátima Bezerra resumiu a audiência”, dizia o texto.

Homenageados

Acontece nesta quinta-feira, no Conselho Regional de Medicina do RN, solenidade de entrega da Comenda Prof. Onofre Lopes, que este ano homenageará ‘in memoriam’ os 15 médicos vítimas do novo coronavírus aqui no Estado.

Solenidade

A solenidade será híbrida, com a participação de apenas dois familiares de cada homenageado, na sede do Cremern. Mas qualquer pessoa poderá acompanhar a transmissão ao vivo pelo canal do YouTube do Conselho.

Garantia

Fátima Bezerra chegou a elencar os compromissos assumidos pelo ministro Pazuello na audiência com os governadores. Entre eles, o de que o Ministério da Saúde iria adotar todas as vacinas que estão em estudo e, uma vez analisadas pela Anvisa, elas seriam incorporadas ao Plano Nacional de Imunização.

O que se espera

Mas diante do novo cenário, a gestora do RN reagiu nas redes sociais: “O que o povo brasileiro não pode e não deve aceitar é retrocesso! Que prevaleça a união e a responsabilidade com a defesa e a saúde das pessoas. E que o que foi pactuado ontem seja assegurado, que é a vacina gratuita para todas e todos os brasileiros”.

Turismo

Falando na governadora Fátima Bezerra, ontem ela teve um encontro presencial importante, com o Grupo CVC. Em pauta, o aumento de voos para o Rio Grande do Norte, voos charters, fretamentos e as perspectivas para a alta temporada e primeiro semestre de 2021. Expectativa gerada.

Alerta

O cientista licenciando da Universidade Duke (EUA) Miguel Nicolelis, coordenador do comitê científico de combate ao coronavírus do Consórcio Nordeste, foi ao Twitter para alertar: “O Brasil precisa se preparar já para a segunda onda onda da COVID-19”.

Prepara

Nicolelis, que é também fundador do Instituto do Cérebro da UFRN, afirma que é preciso organizar-se em nível nacional. “Formar, treinar e equipar Brigadas Emergenciais de Saúde em todo o país, aumentar testagem, estocar medicamentos, equipamento de proteção, aumentar adesão do aplicativo Monitora Covid-19”, escreveu.

Fechar

O neurocientista ainda chama a atenção para os aeroportos. Na sua opinião, diante da volta no crescimento de casos na Europa e Ásia, é hora de “fechar de novo o espaço aéreo brasileiro para voos internacionais”.

Curado

Horas depois de comunicar nas redes sociais seu posicionamento antivacinista, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, foi ao Twitter para avisar que está “curado” da covid-19. “Pessoal, gostaria de comunicar que acabei de fazer todos os exames no hospital e recebi alta médica”, informou. E garantiu: “Estou 100% curado da Covid-19”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.