BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Confira a coluna de Daniela Freire desta quarta-feira, 7
Com a boca no trombone, Álvaro Dias esbanja sarcasmo em rede social
Daniela Freire
07/10/2020 | 05:40

RESPONDENDO

O prefeito Álvaro Dias resolveu ir ao Twitter para comentar sobre as ações de candidatos à Prefeitura de Natal contra o decreto do Executivo que proíbe campanha de rua nesta capital, incluindo carreatas – e sobre o qual o gestor terá que dar explicação em 48h.

IRÔNICO

Com um toque de sarcasmo (quase um deboche), o candidato à reeleição escreveu: “Eu respeito a posição dos adversários que estão ‘defendendo as aglomerações’ na campanha eleitoral, mas prefiro agir com responsabilidade na defesa da saúde e da vida das pessoas”.

INCONSISTENTE

No entanto, a mensagem de Álvaro pegou mal e recebeu muitas reações negativas, justamente porque o prefeito adotou posição inversa ainda no auge da pandemia, quando abriu o comércio enquanto prescrevia publicamente ivermectina contra a covid-19 e ainda afirmava que o medicamento era responsável pela queda de casos na cidade. Aglomeração só é ruim na campanha? Ivermectina só funcionou naquela ocasião?

CONTRADITÓRIO

É fato que já se sabia que as eleições de 2020 seriam diferentes, que não seria possível promover atos com muita gente, provocando aglomerações – como se viu, aliás, já nas convenções partidárias. O que chama a atenção são os comportamentos contraditórios do prefeito.

PREPARADOS?

Dois militantes de esquerda (assumidamente petistas), um potiguar e o outro artista/celebridade, vão debater os assuntos do momento na política numa ‘Live’ marcada para a próxima sexta (9), às 20h.

PRESSÃO

O vereador natalense Fernando Lucena e o ator José de Abreu prometem, pelo estilo da dupla, apresentar um bate papo sem papas na língua. “Preparados?”, pergunta Lucena em postagem sobre o assunto no seu perfil oficial no Instagram, onde será realizado o “ao vivo”.

CASE

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está entre as cinco instituições com maior depósito de programas de computador no país e entre as 15 com mais pedidos de patente no Brasil. As informações estão no ranking dos maiores depositantes residentes 2020, publicação realizada pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI).

PLANO

Deu no Estadão nesta terça que o presidente Jair Bolsonaro quer deixar a definição das medidas mais impopulares de financiamento do Renda Cidadã para depois das eleições municipais para não “atrapalhar a estratégia traçada pelo presidente e seus aliados de ‘varrer o PT’ do Nordeste”. E quem tem ajudado Bolsonaro na tal estratégia? Acertou quem disse Rogério Marinho.

INACREDITÁVEL

A Defensoria Pública da União entrou com uma ação civil pública na Justiça do Trabalho contra o que chamou de “marketing de lacração” da Magazine Luiza por abrir um programa de trainees exclusivo para negros. O defensor Jovino Bento Júnior alegou no processo “violação de direitos de milhões de trabalhadores (discriminação por motivos de raça ou cor, inviabilizando o acesso ao mercado de trabalho)”.

ABSURDO

Num país comprovadamente racista como o Brasil, em que o preconceito contra negros é estrutural, é inacreditável que um representante de órgão público da Justiça apresente um inexistente ‘racismo inverso’ como justificativa para tentar impedir uma ação que tenta, mesmo que minimamente, reconhecer e mudar a realidade vivida pela população negra.

DESONESTIDADE

Como dizem especialistas no assunto, “o argumento do racismo reverso é em parte desinformação, parte desonestidade intelectual e política”. “O racismo estrutural está inconsciente nas pessoas. Temos que entender mais o que é racismo estrutural”, declarou recentemente Luiza Trajano, proprietária da rede de lojas de varejo Magazine Luiza.

DESENHANDO

“Seria preciso que a população branca tivesse sido submetida ao mesmo período de privações e condições para defender a existência de um suposto ‘racismo reverso’, explica reportagem sobre o tema no portal UOL.

FARSA

A farsa da meritocracia cria ressentimento explorado por populistas como Trump e Bolsonaro. Quem disse isso foi Daniel Markovits, professor de Direito na Universidade de Yale, ao começar o seu livro “The Meritocracy Trap” (A armadilha da meritocracia, em tradução livre).

RÁPIDAS

Deu em Mônica Bergamos que Sérgio Moro está sendo pressionado pela família a sair do Brasil e ficar longe da política. A ideia é que o ex-ministro, que “baixou o tom com Bolsonaro”, passe uma temporada dando aulas de direito no exterior.

Ídolo de Bolsonaro: Trump postou no Facebook a mentira de que gripe é mais letal que a covid-19. Isso porque os fatos estão aí para todo mundo ver. A rede social foi lá e removeu a fake News produzida pelo presidente mais poderoso do mundo.

O UOL mostrou que a trajetória profissional do desembargador federal indicado por Bolsonaro para uma vaga no STF, Kassio Nunes, inclui ter chefiado o departamento jurídico da Unimed em Teresina, a defesa de uma prefeita do PSDB no interior do Piauí e duas nomeações assinadas pelo ex-presidente Lula para uma vaga no TRE do Estado.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.