BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Confira a coluna de Alex Viana desta segunda-feira 30

30/11/2020 | 06:08

PT FORA DAS CAPITAIS
Com as derrotas de seus candidatos no segundo turno em Vitória (João Coser) e no Recife (Marília Arraes), pela primeira vez na história o PT não conquistou nenhuma capital no País. O resultado foi pior do que em 2016 quando a sigla, desgastada com a Operação Lava Jato, havia conquistado apenas a prefeitura de Rio Branco. Desde 1985, o PT conquistou pelo menos uma capital em todas as eleições municipais até então.

QUATRO CIDADES
Por outro lado, se em 2016 o PT só havia vencido em Rio Branco entre as 96 maiores cidades do País, este ano obteve quatro vitórias, mas todas em cidades do interior. As vitórias ocorreram e Diadema (SP), Contagem (MG), Juiz de Fora (MG) e Mauá (SP).

SOPRO DE ESPERANÇA
As poucas vitórias petistas foram celebradas pela deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) no Twitter. “Parabéns, companheiras e companheiros eleitos! Suas vitórias representam um sopro de esperança nessa conjuntura duríssima. À luta!”, escreveu a parlamentar potiguar.

ÚNICO PREFEITO
O partido Novo elegeu neste domingo o primeiro prefeito do País. Na maior cidade de Santa Catarina, Joinville, o empresário Adriano Silva conquistou a eleição em um segundo turno com mais de 28 mil votos de diferença para o seu adversário, Darci de Matos, do PSD.

REPRESENTAÇÃO FEMININA
Pela terceira eleição municipal seguida, apenas uma mulher venceu a disputa para prefeita entre as capitais brasileiras. Neste ano, somente Cinthia Ribeiro (PSDB), de Palmas (TO), foi escolhida entre as capitais. Ela assumiu o cargo em 2018 após a renúncia de Carlos Amastha (PSB) e foi reeleita neste ano.

MARGEM DE ERRO
O ministro das Comunicações, o potiguar Fábio Faria, usou o Twitter neste domingo 29 para ironizar a diferença entre o que apontavam pesquisas de intenções de voto e o resultado das urnas. “Vamos ter que mudar a margem de erro das pesquisas para 12 pontos para mais e 12 para menos”, escreveu o ministro.

ERROU FEIO
Só para citar um exemplo, na véspera da eleição, o Ibope mostrava Manuela D’Ávila (PCdoB), à frente de Sebastião Melo (MDB) em Porto Alegre. Ao fim da apuração, o emedebista venceu com mais de 9 pontos percentuais de vantagem.

INVESTIGAÇÃO
Por falar nisso, o deputado federal General Girão (PSL-RN) disse ontem que vai pedir uma investigação dos institutos de pesquisa que apontaram na véspera resultado muito diferente do apresentado nas urnas. “Na verdade, no período pós-eleições, os maiores derrotados são o PT e os famosos institutos de pesquisa. Vou pedir Investigação sobre esse tipo de desserviço que tem sido feito a ‘preço de ouro’ a cada eleição. Erraram feio demais, e, coincidentemente, sempre a favor da esquerda”, escreveu.

ABSTENÇÃO ALTA
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), desembargador Cláudio Brandão de Oliveira, avaliou que as eleições tiveram saldo positivo, apesar do elevado número de abstenção neste segundo turno: 1.720.154 (35,45% dos eleitores). “Essa é uma eleição possível, todos devem estar orgulhosos do trabalho que foi feito. Melhor ter abstenção alta do que não ter eleições. É o que poderia ser feito”, afirmou.

DESEMBARGADOR COM COVID
O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), desembargador João Rebouças, testou positivo para a Covid-19. De acordo com a assessoria do tribunal, ele tem apenas sintomas leves. O magistrado segue isolado, em casa e sendo acompanhado por médicos.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.