BUSCAR
BUSCAR
Opinião
Confira a coluna de Alex Viana desta quarta-feira, 21
Governo do Estado vai manter o processo de reabertura gradual das atividades produtivas
Alex Viana
21/10/2020 | 05:38

SEM RECUO

Apesar de o número de casos de Covid-19 ter voltado a subir no Rio Grande do Norte nos últimos dias, o Governo do Estado vai manter o processo de reabertura gradual das atividades produtivas. Levando em conta o panorama atual, novas medidas de restrição estão descartadas.

DINHEIRO NA CUECA

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso suspendeu nesta terça-feira 20 os efeitos de sua decisão anterior que ordenava o afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM-RJ), flagrado pela Polícia Federal na semana passada com dinheiro escondido na cueca. A determinação do ministro se dá depois de o próprio senador decidir pelo afastamento por 121 dias.

CONSELHO DE ÉTICA I

Enquanto senadores postergam a decisão sobre o futuro de Chico Rodrigues, 21 processos estão parados nos conselhos de Ética do Senado e da Câmara. Os colegiados estão parados desde o início da pandemia — e ainda sem previsão de retorno.

CONSELHO DE ÉTICA II

Um dos processos parados — o primeiro enviado em 2020 — envolve um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). A representação contra Flávio aponta suposto envolvimento com milícias no Rio de Janeiro, prática de “rachadinha”, lavagem de dinheiro e contratação de funcionários fantasmas quando ele era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Flávio Bolsonaro nega todas as acusações.

VACINA OBRIGATÓRIA I

Os deputados federais Carla Zambelli e Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) apresentaram um projeto de lei para alterar norma editada pelo governo Jair Bolsonaro, em fevereiro deste ano, que instituiu a vacinação compulsória.

VACINA OBRIGATÓRIA II

Os parlamentares afirmam que deve prevalecer a livre escolha do cidadão e que a imposição de uma campanha de vacinação contra a Covid-19, sem comprovação de eficácia, “representa retrocesso aos direitos fundamentais dos cidadãos”.

VACINA OBRIGATÓRIA III

O ministro das Comunicações, o potiguar Fabio Faria, resolveu entrar na celeuma sobre a obrigatoriedade ou não de se tomar vacina contra a Covid-19, apesar de sequer haver uma vacina de efeito confirmado para uso no País, até o momento.

VACINA OBRIGATÓRIA IV

Na esteira do presidente Jair Bolsonaro, que tem rivalizado sobre o assunto com o governador de São Paulo, João Doria, Fabio foi para as redes sociais dizer que a vacina da Covid-19 não “entra em sua casa”. “Vivemos em um país democrático, governado por um Presidente que luta pela liberdade do povo. Isso significa que nós, brasileiros, temos o DIREITO de escolha. Ninguém pode impor vacina, sobretudo porque sabemos que vacinas seguras costumam demandar tempo. Na minha casa, não entram!”, escreveu o ministro, em sua página no Twitter.

FOFOCA

O presidente Jair Bolsonaro classificou como “fofoca” a especulação de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), poderia assumir uma vaga como ministro no seu governo. A apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que continuará tratando Maia como chefe do Legislativo.

CERCADINHO I

O general Otávio Rêgo Barros, ex-porta-voz do governo de Jair Bolsonaro, criticou o hábito do presidente de falar com apoiadores no chamado “cercadinho” do Palácio do Planalto. Segundo o antigo encarregado pela comunicação institucional da Presidência, essa prática esvaziou sua função.

CERCADINHO II

“Tecnicamente, fica muito difícil estabelecer uma estrutura comunicacional com a sociedade colocando na linha de frente a principal autoridade que promove a geração da informação”, disse Rêgo Barros na primeira entrevista depois de deixar o cargo. Ele falou ao programa Conversa com Bial, da TV Globo.

TCU

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou nesta terça-feira 20 a indicação do governo para o Tribunal de Contas da União (TCU): Jorge Oliveira, homem de confiança do presidente Jair Bolsonaro. Hoje, ele é ministro da Secretaria Geral da Presidência. Ele deve substituir o ministro José Múcio Monteiro, que anunciou sua aposentadoria. Múcio fica no TCU até o fim de dezembro.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.