BUSCAR
BUSCAR
Saúde
Com piora da pandemia, Hospital dos Pescadores vai atender só casos de Covid e ganhará 10 leitos de UTI
Pacientes internados no local (por outras doenças) serão transferidos para clínicas particulares. A partir de sábado, hospital ficará exclusivo para pacientes com coronavírus
Redação
25/02/2021 | 16:32

Diante do aumento no número de casos graves de Covid-19, a Prefeitura do Natal decidiu nesta quinta-feira (25) instalar mais um hospital de referência para tratamento da doença. A previsão é que, a partir deste sábado (27), o Hospital dos Pescadores, localizado nas Rocas, bairro da Zona Leste, também comece a receber pacientes com o novo coronavírus.

O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Saúde, George Antunes, em entrevista ao programa “12 em Ponto”, da 98 FM. CLIQUE AQUI e assista.

Segundo ele, entre quinta (25) e sábado (27), os pacientes internados atualmente no Hospital dos Pescadores (por outras doenças, não Covid-19) serão transferidos para duas clínicas particulares que fecharam convênio com a prefeitura. Com isso, a unidade ficará exclusiva para receber casos de coronavírus.

Inicialmente, a nova unidade de acolhimento terá apenas leitos clínicos. Porém, a expectativa é que, até o fim da próxima semana, 10 leitos de terapia intensiva (UTI) também sejam instalados no local. Equipamentos para montagem dos leitos já foram encomendados pela Secretaria Municipal de Saúde.

George Antunes também anunciou que já entraram em funcionamento 15 novos leitos de UTI no Hospital Municipal de Campanha – que agora tem, ao todo, 35 leitos críticos para pacientes com Covid-19. Outros 5 deverão ser abertos até o fim da próxima semana, totalizando 40 só naquele hospital.

O secretário de Saúde afirmou que a situação da pandemia tem se agravado por causa do desrespeito da população às medidas preventivas.

“A população precisa entender qual é o seu papel nisso tudo. Podemos dividir a responsabilidade dessa situação em 20% para o poder público, seja municipal, estadual ou federal, e 80% para a população. A situação estava controlada, tanto no interior quanto na capital. Das eleições para cá, o que vimos foi um afronte, uma desmoralização do poder público e atentado à saúde pública”, enfatizou George Antunes.

REDE MUNICIPAL DE SAÚDE – UTIs

Hospital de Campanha: 35 funcionando + 5 até próxima semana
Hospital dos Pescadores: 10 até próxima semana

Taxa de ocupação

Nos últimos dias, a taxa de ocupação de leitos críticos para atendimento de casos de Covid-19 subiu exponencialmente no Rio Grande do Norte. Às 16h desta quinta-feira, o índice médio de ocupação estava em 85,17% em todo o Estado. Havia apenas 32 leitos disponíveis. A fila de espera, contudo, já é maior: de 37 pacientes.

Segundo a plataforma “Regula RN”, da Secretaria Estadual de Saúde, que monitora em tempo real a situação da rede pública, 11 hospitais estão com 100% de ocupação dos leitos críticos. E outros 5 estão com taxa acima de 80%.

Na Grande Natal, a situação é ainda pior. A taxa média de ocupação na região metropolitana da capital potiguar está em 90%. No Seridó, está em 94,3%.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.