BUSCAR
BUSCAR
Repercussão
Bolsonaro diz que Barroso faz “politicalha” e “ativismo judicial” com CPI da Covid-19; VEJA VÍDEO
Presidente Jair Bolsonaro atacou o ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), por ter determinado a abertura da CPI da Covid
Redação
09/04/2021 | 11:53

O presidente Jair Bolsonaro atacou o ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), por ter determinado a abertura da CPI da Covid, que tem como propósito investigar as omissões do governo federal na pandemia. Em conversa com apoiadores reproduzida em suas redes sociais, Bolsonaro disse que houve uma “jogada casada” entre Barroso e a “bancada de esquerda” no Congresso para desgastar o governo com as investigações.

O presidente acusou o ministro de fazer “politicalha”. Ele também defendeu que Barroso dê andamento a pedidos de impeachment contra ministros do Supremo apresentados no Senado. “Falta coragem moral para Barroso e sobra ativismo judicial”, afirmou.

“Sobre a decisão do Barroso monocraticamente ontem, mandando que Senado Federal instale a CPI da Covid contra o presidente Jair Bolsonaro, é exatamente isso, a CPI não é pra apurar desvios de recurso de governadores, é para apurar, segundo a emenda do pedido de CPI, omissões do governo federal, ou seja, uma jogatina casada, Barroso e bancada de esquerda do Senado”, afirmou o presidente.

“Eles não querem saber o que aconteceu com os milhões desviados por governadores e alguns poucos prefeitos também”, disse. “Quero ver se o ministro Barroso vai ter coragem moral de mandar instalar esse processo de impeachment também, pelo que parece falta coragem moral para o Barroso e sobra ativismo judicial”, provocou.

Veja o vídeo com as declarações do presidente:

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.