BUSCAR
BUSCAR
Repercussão
Críticas a Álvaro “estão apenas começando”, diz Carlos Eduardo
Ex-prefeito de Natal referiu-se à entrevista do professor Carlos Alberto Medeiros, pré-candidato do PV à prefeitura, afirmando que a gestão Álvaro tem “contratos escusos”
Redação
06/08/2020 | 12:54

O presidente estadual do PDT, Carlos Eduardo Alves, disse a interlocutores na manhã desta quinta-feira (6) que “estava apenas começando” a saraivada de críticas que seu sucessor, Álvaro Dias (PSDB), receberá na condição de candidato à reeleição nas eleições deste ano. O ex-prefeito de Natal referiu-se à entrevista do professor Carlos Alberto Medeiros, pré-candidato do PV à prefeitura, a este Agora RN, afirmando que a gestão Álvaro tem “contratos escusos” e que o ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves (MDB) é quem comanda a gestão, direcionando contratos da administração municipal.

Carlos Eduardo estaria insatisfeito com Álvaro Dias, supostamente por este não acatar a indicação de Aíla Ramalho para vice em sua chapa. Prima da ex-primeira-dama Andréia Ramalho, mulher de Carlos Eduardo, a indicação de Aíla encontra resistência na bancada governista na Câmara Municipal, que prefere que o vice saia dos quadros da Casa. O PDT tem nove vereadores em sua bancada, inclusive o presidente da Câmara, Paulinho Freire.

Pelo Twitter, nessa semana, o líder pedetista expressou-se indiretamente referindo-se a Álvaro: “Tem gestor morrendo de medo de sua prática imoral, nepotista, de ter nomeado toda parentela ilicitamente, ilegalmente, no serviço público. Já eu, na minha vida pública de 32 anos, nunca pratiquei o nepotismo e jamais respondi a processo de improbidade. Sempre respeitei o povo”.

“Para quem será que foi endereçado o recado de Carlos Eduardo Alves publicado em seu perfil no Twitter? A postagem fala em ‘prática nepotista’ e afirma que um ‘gestor’ estaria preocupado por ter nomeado ‘toda parentela’. Como se sabe, o atual prefeito de Natal, Álvaro Dias, é réu na Justiça em processo sobre nomeação de parentes no Legislativo estadual”, informou a colunista Daniela Freire, deste Agora RN.

De acordo com a jornalista, ano passado, Álvaro também enfrentou decisão do ministro do STF Marco Aurélio Mello determinando o afastamento de sua irmã Andréa Cristina Costa Dias do cargo da secretária municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) por nepotismo. Mas o próprio STF depois autorizou a volta dela ao cargo.

Daniela Freire lembrou, por fim, que, nas últimas semanas, iniciaram-se com mais intensidade as articulações para a indicação do candidato a vice na chapa de reeleição do atual prefeito. Com participação ativa de Carlos Eduardo, que quer fazer essa escolha.

Repercussão

Em entrevista ao jornal Agora RN publicada na edição desta quarta-feira, o professor Carlos Alberto Medeiros classificou de “gestão pública municipal completamente contaminada” a de Álvaro Dias à frente da Prefeitura de Natal.

“Natal tem graves problemas de gestão: transporte público sem licitação, caixa preta do lixo, aterro sanitário em Ceará Mirim, compra de insumos para hospitais. São contratos escusos, que nós vamos apurar, todos eles”, disse.

Carlos Alberto disse ainda que Henrique Eduardo Alves, investigado e preso por corrupção, seria o mentor político de Álvaro Dias: “Henrique é quem governa Natal através de Álvaro Dias. É ele quem está por trás dos contratos. É ele quem comanda a prefeitura, através de Álvaro Dias”, declarou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.