BUSCAR
BUSCAR
Editorial
Oportunismo eleitoral
Redação
08/07/2020 | 21:55

Que a política tomou conta da pandemia do novo coronavírus, disso não há qualquer dúvida. Com a aproximação das eleições municipais, a ideia de tirar uma casquinha na tragédia de origem sanitária para promoção própria tem ocupado cada dia mais a cabeça de políticos voltados ao pleito, seja para uma primeira eleição ou reeleição.

A crueza com a qual o presidente da República e, por extensão, o seu governo, tem enfrentado certos aspectos da crise do novo coronavírus parece ter contaminado para além das fileiras alinhadas ao bolsonarismo, seja ele raiz ou simplesmente de ocasião.

Ao capitular diante do “Centrão” no Congresso, Bolsonaro tornou possível que ambições antes adormecidas por cargos e nacos do poder levantassem da tumba e rondassem antigas ambições.

É da pior natureza humana espreitar suas vítimas, buscando suas fraquezas para atacar. No mundo animal, é apenas sobrevivência; mas entre nós, bípedes de terno, reflete premeditação, frieza e cálculo.

Enquanto o Brasil caminha para 70 mil mortes pelo novo coronavírus, número que deve ser bem maior na realidade, os discursos eleitoreiros disparam, movidos pelo desejo de alguns de se dar bem no meio da tragédia em curso.

Milhões de desempregados, então, transformam-se em massa de manobra de discursos fáceis de gente que aproveita a fragilidade das pessoas para fazer o mais rasteiro dos proselitismos: o da solidariedade fácil e autorreferente quando o tema é sair do buraco em que a pandemia nos arremessou.

Esse discurso desagregador e perverso, porém, nada tem a ver com ajudar o próximo ou fazer da união um princípio civilizatório.

É apenas e tão somente oportunismo, primo-irmão do populismo, que radicaliza relações e faz da tomada do poder algo acima de cadáveres ou tragédias.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.