BUSCAR
BUSCAR
Editorial
Aguente firme ; leia o editorial do Agora RN desta quarta (3)
Redação
03/06/2020 | 03:32

Dos R$ 40 bilhões previstos como crédito para pequenas e médias empresas, apenas R$ 1,9 bilhão foram liberados pelos bancos, que têm como marca registrada a aversão a riscos.

Ou seja, apenas 5% de toda a massa de recursos prometida no início da pandemia, que agora caminha para o pico de casos, chegaram aos maiores interessados.

O próprio presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, admite que o desembolso foi “pior do que o esperado”, quando deveria ser exatamente o contrário.

Tanto dinheiro assim nos bancos só significa uma coisa: as empresas estão ficando pelo meio do caminho na luta pela aprovação de seus créditos.

Há, inclusive, relatos de micro e pequenos empresários com anos de atividade e até um bom número de empregados com pedidos recusados.

Outros tantos, recusados na primeira tentativa, foram procurados depois pelos mesmos bancos com a mesma proposta, só que com juros bem mais altos em relação aos prometidos para a pandemia.

O que remete a uma conclusão: os padrões de negociação abertos pelo Banco Central num momento terrível como esse não são os mesmo das instituições financeiras habituadas a emprestar dinheiro para quem já tem.

Ao acenar com crédito novo, os bancos não consideram nem de perto perdoar as dívidas antigas, o que empurrou milhares de pequenas empresas para dentro do mar de incertezas.

A renegociação de contratos faz parte de uma medida anunciada em março pela entidade, mas está muito longe de garantir a sobrevivência das empresas no médio e longo prazos.

Bom lembrar: 94% das indústrias no País são de pequeno porte.

Considerando que estados como o Rio Grande do Norte têm 95% de suas empresas categorizadas como pequenas e médias, a sobrevivência do que resta da economia depende de quanto e quando essa ajudar chegará à grande maioria dos negócios.

E a falta de oxigênio, no caso delas, também mata.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.