BUSCAR
BUSCAR
Investigação
VÍDEO: Oficiais da PM matam dois homens a tiros após suspeita de assalto
Os dois policiais foram presos por suspeita de execução. Os dois jovens, que não tinham passagem anterior, tiveram 50 perfurações de bala pelo corpo
O Dia
14/06/2021 | 10:50

Na última quarta-feira 9, dois agentes da Polícia Militar foram flagrados atirando em dois homens dentro de um carro, após uma suspeita de assalto. O caso aconteceu em Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo, e só se tornou público após vídeos do momento serem divulgados nas redes sociais. Felipe Barbosa Da Silva, de 23 anos, morreu com 27 perfurações de bala pelo corpo, enquanto Vinicius Alves Procópio, de 27 anos, foi vítima de 23 lesões por tiro. Nenhum dos dois tinham passagens criminais anteriores. Os dois policiais suspeitos de executarem os jovens foram presos neste domingo, por decisão da Justiça Militar.

Na versão dos policiais, os homens assaltaram um carro, levaram alguns pertences e fugiram em outro veículo. Quando abordados pelos agentes, eles teriam reagido, apontando armas para os oficiais que atiraram para se defender e mataram os dois. O Sargento André Chaves da Silva e o soldado Danilton Silveira da Silva tiveram a prisão preventiva decretada pelo juiz Ronaldo João Roth, do Tribunal de Justiça Militar (TJM), a pedido do Ministério Público Militar (MPM) e da Corregedoria da PM. Os dois estão presos no Presídio Militar Romão Gomes, na Zona Norte da capital.

“Os fatos são gravíssimos, pois ocorreu a morte de dois civis, Felipe e Vinícius, com mais de 20 disparos em cada, sendo alvejados antes mesmo que pudessem sair do veículo. Por outro lado, os próprios policiais envolvidos declararam que não ouviram disparos por parte dos civis”, diz documento do TJM obtido pelo G1.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou, em nota, que a ação é investigada pela Corregedoria da PM e pela Polícia Civil. “A Polícia Militar não compactua com desvios de comportamento e se mantém diligente em relação às denúncias ou indícios de transgressões ou crimes cometidos por seus agentes”, concluiu.

http://

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.