BUSCAR
BUSCAR
Resolução
Vice-líder de Bolsonaro diz que Rogério permanece ministro e Fábio sai para disputar Senado
Vice-líder do governo federal na Câmara dos Deputados, Evair de Melo (PP-ES), falou como devem ficar os ministérios das Comunicações e do Desenvolvimento Regional
Redação
23/01/2022 | 10:31

Com base na legislação eleitoral, os ministros que pretendem ser candidatos nas eleições deste ano devem se desincompatibilizar de seus cargos até até 1º de abril. No último dia 8, o presidente Jair Bolsonaro (PL) admitiu que até 12 ministros deverão deixar o governo para disputar o pleito. Agora, a disputa pela vaga no Senado entre os potiguares Rogério Marinho e Fábio Faria pode ter chegado a uma solução.

O vice-líder do governo federal na Câmara dos Deputados, Evair de Melo (PP-ES), falou ao Correio Braziliense como devem ficar os ministérios das Comunicações, comandado por Fábio Faria (PSD), e do Desenvolvimento Regional, liderado por Rogério Marinho. Como neste ano haverá apenas uma vaga para o Senado em cada unidade da Federação, Marinho continuará no ministério, em favor da candidatura de Faria a senador pelo Rio Grande do Norte, segundo o deputado.

Bolsonaro disse esperar que todos os ministros fiquem nos cargos até o último dia do prazo de desincompatibilização, em abril. “Gostaria que eles saíssem somente um dia antes do limite máximo, para não termos qualquer problema. Já começamos a pensar em nomes para substituí-los, e alguns estão mais que certos. A maioria será por escolha interna, até mesmo porque seria um mandato-tampão até o fim do ano”, disse o presidente.

O vice-líder do governo na Câmara também confirmou a tendência. “Essa é a intenção do presidente, ele tem manifestado esse desejo, de assumirem os secretários-executivos, indicados pelos próprios ministros”, frisa o parlamentar. “Em tese, não vai haver nenhuma surpresa, não tem nenhuma negociação política de partido A ou B condicionando a ocupar uma vaga em ministério para poder manter governabilidade. Vai ser sem emoção essa reforma. É só uma acomodação. É um período muito curto, um mandato-tampão.”

Líder da bancada da bala, o deputado Capitão Augusto (PL-SP) prevê também que os ministérios passarão a ser comandados pelos respectivos secretários-executivos, que, atualmente, ocupam a segunda posição na hierarquia das pastas.

“Devem chegar a um acordo”, diz Bolsonaro

“Os dois ministros querem ir para o Senado. Vamos ver se eles chegam a um acordo, porque se os dois resolverem disputar (ao mesmo tempo) fica difícil”. Essa foi a recomendação de Bolsonaro sobre a possibilidade dos ministros Fábio Faria e Rogério Marinho de disputarem a única cadeira de senador pelo RN em 2022. Para Bolsonaro, os dois ministros, cada um à frente da sua pasta, têm realizado um trabalho “excepcional”, não só aqui no Estado, mas também em outras regiões do país.

*Com informações do Correio Braziliense

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.