BUSCAR
BUSCAR
Fake news
Twitter marca publicação do Ministério da Saúde sobre Covid-19 como enganosa
Abordagem defendida pelo governo Bolsonaro é composta de medicações sem eficácia comprovada
Folha de S.Paulo
17/01/2021 | 08:57

O Twitter marcou como enganosa e potencialmente prejudicial uma publicação do Ministério da Saúde que colocava o chamado “tratamento precoce” como estratégia de combate ao coronavírus.

Tal como compreendido e recomendado pela pasta de Eduardo Pazuello, o tratamento precoce é composto da utilização de medicamentos como cloroquina e ivermectina, incensados pelo governo Jair Bolsonaro, mas que não têm eficácia comprovada contra a Covid-19.

A publicação estimulava as pessoas a procurarem uma unidade de Saúde ao apresentarem sintomas e, então, solicitarem o tratamento precoce, que, segundo cientistas, não existe para o coronavírus.

O Twitter já havia colocado o mesmo aviso de informação enganosa em publicação do presidente Jair Bolsonaro em defesa do que ele entende como tratamento precoce.

O governo federal e seus apoiadores começaram nova ofensiva em defesa dessas medicações sem eficácia comprovada contra a Covid-19 no momento em que Manaus atravessa colapso de seu sistema de saúde, com falta de leitos e de oxigênio.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.