BUSCAR
BUSCAR
Traficante Beira-Mar é condenado a 120 anos pela morte de 4 rivais

15/05/2015 | 05:48

Quando o juiz Fábio Uchôa, do Tribunal de Justiça do Rio, leu a sentença, por volta de 1h de quinta (14), o sorriso do traficante Luiz Fernando da Costa, 47, foi substituído por um tremor nas pernas.

Fernandinho Beira-Mar estava condenado a 120 anos de prisão pelo assassinato de quatro rivais no presídio de Bangu 1 (zona oeste do Rio) em 11 de setembro de 2002.

“Não é justo. Cometi muitos crimes, mas este não”, afirmou Beira-Mar, apontado como o maior traficante de drogas dos anos 2000.

Em 2002, o Comando Vermelho, facção dele, controlou por 23 horas a penitenciária –tida como de segurança máxima– e matou chefes da rival ADA (Amigos dos Amigos).

Suas condenações somam 309 anos e dois meses de prisão. Superam a do traficante Marco Herbas Camacho, o Marcola, chefe da facção PCC condenado a 240 anos, mas estão atrás da pena de João Acácio da Costa, o Bandido da Luz Vermelha (351 anos).

Segundo Uchôa, a pena recebida impede que o criminoso obtenha benefícios, como o regime semiaberto. Beira-Mar terá que cumprir em regime fechado 30 anos, o máximo permitido no país.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.