BUSCAR
BUSCAR
Calendário
Concurso da Polícia Civil: Provas devem ser aplicadas no início de 2021, diz delegada-geral
Segundo Ana Cláudia Saraiva, concurso da Polícia Civil terá três fases. Primeira, prevista para o início do ano que vem, é a aplicação de provas objetivas, de conhecimentos
Redação
17/09/2020 | 17:07

A primeira fase do novo concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, que inclui a aplicação de provas objetivas, deve acontecer no início de 2021. A estimativa é da delegada-geral, Ana Cláudia Saraiva, que confirmou nesta quinta-feira 17 que o edital com todas as regras do certame será publicado até o fim de outubro. A banca organizadora já está escolhida: será a Fundação Getúlio Vargas.

O concurso vai abrir 301 vagas. Serão 230 oportunidades para agentes, 47 para delegados e 24 para escrivães. O concurso é um dos mais aguardados na área de segurança pública, já que a Polícia Civil tem um déficit de efetivo, segundo a delegada-geral, na casa dos 80%.

As vagas

  • 230 agentes
  • 47 delegados
  • 24 escrivães

“O último concurso foi em 2008. Estamos há 12 anos sem concurso. Precisamos iniciar a recomposição do nosso efetivo”, afirmou Ana Cláudia Saraiva, em entrevista à Rádio Cidade. Ela ressaltou que o lançamento do concurso só foi possível porque foram realizados ajustes no processo, com aval do Tribunal de Contas do Estado. “A governadora Fátima Bezerra determinou celeridade”, afirmou a delegada-geral.

Ana Cláudia Saraiva enfatizou que ainda não é possível anunciar as datas com precisão porque, após a assinatura do contrato entre a Polícia Civil e a Fundação Getúlio Vargas, a banca organizada terá um prazo para aprontar as provas e para receber as inscrições.

No fim de outubro, quando o edital for lançado, é que as datas exatas serão informadas aos candidatos. Ela ressaltou também que, após a assinatura do contrato, a organização do concurso passa a ser de responsabilidade da banca.

As fases do concurso

O concurso da Polícia Civil terá três fases. A primeira, prevista para o início do ano que vem, é a aplicação de provas objetivas, de conhecimentos. Depois, haverá os testes físico e psicotécnico e o curso de formação para os novos integrantes da corporação. Só depois de todo esse processo é que os novos agentes, escrivães e delegados serão nomeados pela governadora Fátima Bezerra.

A delegada-geral informou, ainda, que, além dos 301 primeiros colocados, outros candidatos serão convocados para fazer o curso de formação. Esses candidatos formarão o cadastro-reserva. A quantidade dos que serão chamados, entretanto, ainda não está definida.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.