BUSCAR
BUSCAR
Entrevista
“Acredito que Carlos Eduardo vai estar no jogo de 2022”, avalia Felipe Alves
Felipe Alves avalia que Carlos Eduardo é uma “liderança forte” em todo o estado. Vereador comentou a atuação de Álvaro Dias no enfrentamento à pandemia da Covid-19
Redação
16/12/2020 | 06:37

Aos 33 anos, Felipe Alves conquistou o terceiro mandato como vereador de Natal, sendo reeleito com 4.765 votos. O advogado entrou na política inspirado pelo exemplo de tradicionais parlamentares do Rio Grande do Norte, em especial, o do tio, o ex-senador Garibaldi Filho. Nos últimos tempos, durante o exercício da atividade como vereador, Felipe tem buscado apresentar proposições que contribuam para o desenvolvimento socioeconômico da capital potiguar.

Em entrevista ao Agora RN, o vereador indicou que Carlos Eduardo estará na corrida eleitoral de 2022 e afirmou que o ex-prefeito de Natal é uma liderança forte em todo o estado. “Com certeza, terá uma participação fundamental. Mas ainda é muito cedo para tratar sobre isso”, revelou sobre o próximo pleito.

Atualmente filiado ao PDT, partido presidido por Carlos Eduardo, Felipe entende que o fortalecimento da legenda está em curso. Felipe comentou ainda sobre o papel do atual prefeito Álvaro Dias durante o enfrentamento à pandemia da Covid-19, destacando as boas ações que foram aprovadas pela população. .

AGORA RN – Qual é a sua a análise sobre o resultado das urnas para prefeito em Natal?
Felipe Alves –
Vejo que Natal reconheceu o trabalho de Álvaro Dias. Quando você tem um candidato que já é testado e que está na cadeira de prefeito, o trabalho dele vai ser avaliado. Quando se tem uma eleição em primeiro turno, como a dele, com votação expressiva… bom, para mim isso significa que a população aprovou o governo e quer tê-lo por mais quatro anos. É claro, o trabalho foi bem avaliado e ele mereceu uma nova oportunidade por parte da população de avançar com os resultados nas mais diversas áreas.

AGORA RN – A que você atribui esse resultado positivo?
Felipe Alves –
Acho que é boa gestão. Sobretudo em um momento crucial como esse da pandemia da Covid-19, que desafiou gestores do mundo inteiro e que Natal realmente teve um destaque. Apesar das imensas dificuldades, a cidade teve um resultado satisfatório no que diz respeito ao enfrentamento da doença. A partir, inclusive, do hospital de campanha, da testagem. Tudo isso foi reconhecido pela população, sem falar também nos outros serviços básicos oferecidos pela prefeitura, que mantém um bom nível de qualidade.

AGORA RN – Onde, na sua opinião, o prefeito Álvaro Dias poderia ter avançado e que pode ficar como missão para o segundo mandato?
Felipe Alves –
Não restam dúvidas de que a pandemia demandou a prioridade total e absoluta do governo nesse último ano. Agora a chegada da vacina (espero que o mais breve possível) vai permitir com que nós possamos investir em outras áreas tão importantes quanto a saúde. Como, por exemplo, na educação. Será um desafio, já que tivemos agora um ano perdido. Teremos que promover investimentos maciços para retomar essas atividades educacionais e, ao mesmo tempo, dar um salto para compensar o prejuízo. Sem falar em outras áreas, como o turismo, que é a nossa principal atividade e que foi duramente afetada nesse período pandêmico. Temos que ter uma prioridade máxima para trazer mais desenvolvimento e geração de emprego para a nossa cidade. O transporte público também merece uma atenção especial.

AGORA RN – Na Câmara Municipal, tivemos uma renovação significativa. O que você pensa sobre?
Felipe Alves –
Os eleitores querem renovar, é natural. Vejo como algo muito positivo. Por outro lado, é importante também que se tenha a experiência. Eu, hoje, me coloco entre os experientes da Câmara, já que vou para o terceiro mandato. Esse ano tivemos o misto entre renovação e experiência. Os eleitores, nessa eleição, foram racionais em manter esse equilíbrio e tenho a expectativa de que o resultado seja muito benéfico para os próximos anos, no que diz respeito ao trabalho na Câmara.

AGORA RN – Você teve uma votação expressiva e ficou em sétimo lugar, isso em um universo de mais de 700 candidatos. A que você atribui esse resultado?
Felipe Alves –
É resultado de um trabalho já desenvolvido. Na condição de vereador de segundo mandato, fui para a campanha levando o que já pude realizar, como projetos e iniciativas que viraram realidade. Não levei promessas, porque elas só são feitas quando você não tem a capacidade de realizá-las. O que eu levei foi compromisso, mostrando o que foi feito e o que ainda pode ser realizado. Acredito que a população confiou no trabalho, viu que eu tinha um compromisso com a cidade e com a boa política. Temos a capacidade de avançar o trabalho que já estava em processo de desenvolvimento.

AGORA RN – Vereador, quais são os desafios futuros da Câmara Municipal, na sua opinião?
Felipe Alves –
Teremos um imenso desafio no próximo ano, que é a apreciação do Plano Diretor de Natal. É uma votação bastante complexa e desafiadora. Acredito que praticamente todos os parlamentares não participaram da votação anterior do Plano Diretor. Mas essa votação é extremamente relevante para todos da cidade. Afinal, diz respeito a como iremos utilizar o nosso solo, quais são as regras necessárias para o desenvolvimento da capital potiguar – em aliança com a questão ambiental e justiça social. Teremos esse imenso desafio, sem esquecer de questões como o transporte público. Precisamos ter um debate profundo, tentar, em união com o Executivo, tirar do papel a tão sonhada licitação, que vai dar mais transparência e qualidade ao transporte.

AGORA RN – Em relação a pandemia, o que fica de lição?
Felipe Alves –
Tenho a ideia e o compromisso de lutar para que o Executivo crie um centro especializado de atendimento a doenças infectocontagiosas, a exemplo da Covid-19. Temos um leque de doenças que se enquadram nesse contexto, mas não temos um centro que seja referência nesse tratamento. Não sabemos ainda as consequências do coronavírus para o futuro.

AGORA RN – Você tem uma forte atuação no setor do turismo. O que pode ser feito para essa área no pós-pandemia?
Felipe Alves –
Temos que trilhar o caminho do investimento na divulgação da nossa cidade como destino turístico. Isso pode ocorrer entre os entes públicos, em parceria com a iniciativa privada. Agora, estou apresentando na Lei Orçamentária Anual 2021 uma emenda que destina ao menos 10% da verba destinada à comunicação da prefeitura para a promoção do nosso turismo.

AGORA RN – Como o seu partido, o PDT, se posicionará nas próximas eleições em 2022?
Felipe Alves –
Está muito cedo, nós acabamos de finalizar um pleito. Acho que é o momento de focar nas questões administrativas, além de responder aos anseios da população. Temos questões sociais muito complexas e precisamos dar respostas. Então acho que as eleições vão ficar para 2022. A nível de partido, é claro, temos que buscar sempre o fortalecimento do partido, trazer pessoas que possam fortalecê-lo. É unir pessoas no sentido de colaborar com a coletividade. Acredito que Carlos Eduardo Alves vai estar no jogo de 2022. É uma liderança forte, uma das maiores do estado, que com certeza terá uma participação fundamental. Mas, volto a dizer que é muito cedo para tratar sobre isso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.