BUSCAR
BUSCAR
Sucessão
Álvaro descarta Carlos Eduardo e admite ser candidato ao Governo: “Não tenho compromisso político com ele”
Prefeito de Natal afirma que foco é na administração e pretende deixar as decisões a respeito de seu posicionamento político somente para o próximo ano, mas admite que possível candidatura ao governo do Estado não atrapalharia legado de obras importantes que deixará para a capital
Tulio Lemos
28/08/2021 | 08:24

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), recebeu o Agora RN em seu gabinete para essa entrevista exclusiva, em que vários pontos referentes ao momento político de Natal e do Estado foram focalizados.

Ele afirmou que ainda não decidiu se vai ou não concorrer ao governo do Estado nas eleições de 2022 e, que nesse momento, seu único objetivo é focar em sua atual gestão. Enquanto isso, o nome do prefeito vem aparecendo nas pesquisas eleitorais de intenção de voto, como um provável opositor ao governo Fátima Bezerra (PT).

Álvaro também avaliou o caminho que o PSDB deverá percorrer nas próximas eleições no Rio Grande do Norte. O prefeito é fi liado ao partido, mas diverge em muitos aspectos em relação a atual governadora Fátima Bezerra (PT). Porém, o presidente do partido no Estado, o deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), é da base aliada ao governo do RN. Durante a entrevista, Álvaro falou sobre a sua relação com a Câmara de Vereadores de Natal e com o ex-prefeito Carlos e Eduardo. O prefeito de Natal, também declarou quem ele vai apoiar para Senador da República nas próximas eleições.

Confira a entrevista na íntegra:

AGORA RN: O senhor passou muitos anos no PMDB. Como é a sua relação atualmente com a cúpula do MDB?

Álvaro Dias: Eu tenho um bom relacionamento com Garibaldi Alves, com Walter Alves, com Henrique Eduardo Alves e todos os que compõem o MDB, inclusive, velhos companheiros do interior do Estado, tenho um bom relacionamento com o partido, com a cúpula e com a base.”

AGORA RN: Essa relação com o PMDB/ MDB, dentro dessa situação atual, que coloca a possibilidade do MDB indicar um vice de Fátima Bezerra (PT), seja Garibaldi Alves ou Walter Alves. Isso pode significar algo para o senhor, em termos de posição política?

Álvaro Dias: Não, eu não vou analisar, nem opinar ainda sobre política, estou focado na minha gestão. Eu tenho bons projetos que pretendo viabilizar e concretizar a favor de Natal. Tenho o Complexo Turístico da Redinha, onde já foi iniciada uma reforma para a construção do Centro de Comercialização de Artesanato e, estaremos iniciando em breve, a modernização do Mercado da Redinha. Temos também o projeto de pavimentação e drenagem no bairro Planalto. Nós temos outra meta que é a pavimentação e calçamento de 334 ruas, na Zona Norte, em Natal. E mais: Temos ainda o projeto, que para mim é uma grande prioridade dessa atual gestão, que é a construção do Hospital Municipal.

Já temos inclusive, os recursos assegurados por meio de emendas parlamentares impositivas e, precisamos garantir o restante do repasse desses recursos, por meio de orçamento e da parte financeira também. Além disso, temos que fazer a engorda da Praia de Ponta Negra, porque o calçadão é destruído constantemente pelas forças das águas do mar. Nossa equipe refaz e é destruído novamente. Precisamos trazer areia do fundo do mar e alargar a faixa de areia, com isso, vamos aumentar em 50 metros durante a maré cheia e 100 metros na maré seca.

AGORA RN: Prefeito, o senhor está citando várias obras. Mas os partidários que não querem que o senhor seja candidato a governador do RN, afirmam que caso o senhor decida lançar a candidatura em 2022, esses legados fi carão incompletos. Como o senhor avalia isso?
Álvaro Dias: Poderia ou não. Porque na verdade eu resolvendo ser candidato, essas obras estarão inconclusas, mas estarão em andamento. Então, poderão ou não estarem finalizadas. O que tenho dito é que não quero nem adiantar, nem analisar a possibilidade de disputar o governo nesse momento, porque o meu foco é a continuidade dessas obras e vai ser assim até o próximo ano.

AGORA RN: O senhor tem alguma data prevista para a definição dessa situação?
Álvaro Dias: Eu nunca disse que iria disputar a cadeira de governador do Rio Grande do Norte. Eu resumo essa resposta com três palavras: eu não pretendo, eu não desejo, mas também não é impossível que eu possa me candidatar em 2022.

AGORA RN: E qual é a data para definir essas três palavras?
Álvaro Dias: Até abril do ano que vem.

AGORA RN: Prefeito como está sua relação com o ex-prefeito Carlos Eduardo?
Álvaro Dias: Eu tenho um bom relacionamento com o ex-prefeito Carlos Eduardo. É meu amigo e nós tivemos um trabalho em conjunto quando ocupamos o mandato de deputado estadual, ao mesmo tempo, durante várias legislaturas. E independente disso, Carlos Eduardo sempre foi um amigo pessoal, com quem tenho uma boa convivência. Nós disputamos algumas eleições lado a lado, lutando pelos mesmos objetivos, eu como candidato a vice-governador e ele a governador, em 2010. Disputamos a prefeitura de Natal, ele como prefeito e eu como vice. Na época, vencemos a eleição e agora fui reeleito prefeito de Natal, vencendo no primeiro turno, em uma disputa contra 13 candidatos e, mesmo assim, continuo tendo um bom relacionamento com ele [Carlos Eduardo].

AGORA RN: O senhor tem compromisso com Carlos Eduardo para senador ou para governador?
Álvaro Dias: Não, não tenho nenhum compromisso político com ele.

AGORA RN: Carlos Eduardo disse que atualmente dialoga com alguns políticos. Ele chegou a lhe procurar para pedir apoio para alguma candidatura?
Álvaro Dias: Nós deveremos sim nos encontrar para conversar, mas isso não quer dizer que eu vá me comprometer ou assumir qualquer compromisso político. Essas decisões pretendo tomar no início do próximo ano.

AGORA RN: Sobre as candidaturas: O senhor tem algum compromisso ou teve com a candidatura de Benes Leocádio ao governo?
Álvaro Dias: Tenho compromisso com Rogério Marinho para o senado. Ele vai ter o meu apoio e o meu voto. Esse é o único compromisso político que tenho.

AGORA RN: O senhor teve momentos de oscilação em relação a governadora Fátima Bezerra (PT). Vocês já foram parceiros na Assembleia Legislativa, houve uma aproximação e depois um distanciamento. Existe a possibilidade de alguma relação política com a governadora?
Álvaro Dias: Em termos pessoais, eu tenho um bom relacionamento com a governadora, mas nós temos algumas divergências em relação ao aspecto ideológico. Temos ainda discordâncias em relação à condução da pandemia da Covid-19. A Prefeitura do Natal, adotou um protocolo de tratamento para o Coronavírus, que o governo não abraçou. Nós instalamos um hospital de campanha e o governo não. Fizemos três centros de enfrentamento e o governo não fez nenhum. Organizamos 15 Unidades Básicas de Saúde (UBS) com horário estendido, com médicos treinados para tratar pacientes contra a Covid-19 e, o governo não teve essa preocupação. Nós também pensamos diferente em relação à abertura do comércio. Eu entendia que o comércio deveria ter começado a funcionar há mais tempo, já o governo foi contra e fechou tudo.

AGORA RN: O senhor é fi liado ao PSDB, o presidente do PSDB, o deputado Ezequiel Ferreira, é da base do governo Fátima Bezerra (PT). Há alguns deputados que apoiam e outros são de oposição. Qual o caminho que o senhor acha que o PSDB vai seguir nessas eleições de 2022?
Álvaro Dias: Eu tenho parado pouco para pensar sobre política. Realmente estou muito focado na minha atual gestão. Eu não sei qual será o posicionamento oficial que o partido irá assumir.

AGORA RN: Em relação a questão nacional, como o senhor analisa o quadro hoje?
Álvaro Dias: Estou focado apenas na minha gestão. Quando chegar o momento certo, quando se aproximarem mais as convenções partidárias, pretendo analisar e decidir qual é o caminho que eu vou seguir.

AGORA RN: Qual a sua relação com a Câmara de Vereadores de Natal?
Álvaro Dias: Eu diria que tenho um ótimo relacionamento. Paulinho Freire, presidente da Câmara, é meu amigo pessoal. Todos os demais vereadores temos uma boa convivência, até mesmo os da oposição. Eu entendo a importância que tem o Poder Legislativo e a convivência harmônica entre os poderes. Eu conduzo o poder executivo, mas também durante 6 anos chefiei o legislativo, quando fui presidente da Assembleia por três mandatos.

AGORA RN: Quando a governadora Wilma de Faria foi renunciar à prefeitura do Natal para ser candidato ao governo, ela disse que além de ter analisado o quadro e as pesquisas, a última pessoa que ela conversou foi com a mãe dela. Perguntou a Dona Sali o que deveria fazer. A resposta foi: escute seu coração. O senhor acredita que possa ouvir alguém para a decisão final de renunciar ou de permanecer à frente da prefeitura. E tem data para tomar essa decisão?
Álvaro Dias: Eu vou procurar com muita calma, amadurecer, pensar, refletir, sobre o que é melhor para Natal, sobre como estão o andamento dos projetos prioritários, eu vou analisar todos esses fatores e por fim, tomar uma decisão.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.