BUSCAR
BUSCAR
Procuradoria
Advocacia administrativa e tráfico de influência
PGR vai opinar sobre pedido de Natália para inquérito contra Heleno
Redação
11/11/2020 | 05:10

O ministro Ricardo Lewandowski encaminhou para a Procuradoria-Geral da República a notícia-crime apresentada pela deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) contra o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem.

A petista pede que seja aberto um inquérito para apurar supostos crimes de advocacia administrativa e tráfico de influência em reunião de Heleno e Ramagem com a defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), investigado por suposto esquema de “rachadinha”.

Em despacho, Lewandowski pede para a PGR se manifestar sobre a representação. A movimentação é praxe e serve para a Procuradoria emitir um parecer se a notícia-crime leva à abertura de, ao menos, uma apuração preliminar ou se é o caso de arquivamento.

O encontro fora da agenda foi revelado pelo jornalista Guilherme Amado, da revista Época. A reunião teria acontecido em agosto no Palácio do Planalto, e também contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e as advogadas Luciana Pires e Juliana Bierrenbach, que defendem o filho do presidente no caso.

A discussão girou em torno de uma estratégia da defesa para anular a investigação sobre “rachadinhas” conduzida pelo Ministério Público mediante tese jurídica de que informações presentes no relatório que identificou as transações suspeitas de Queiroz e deu início às investigações foram colhidas de forma ilegal.

No fim de outubro, a defesa de Flávio apresentou notícia-crime à PGR pedindo a abertura de investigação sobre suposto acesso ilegal de informações por servidores da Receita.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.