BUSCAR
BUSCAR
Esclarecimentos
AL não tem data para ouvir secretário sobre compra de respiradores
Deputado Sandro Pimentel (PSOL) disse esperar que a convocação aconteça até o final da próxima semana.
Redação
19/06/2020 | 14:49

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte ainda não definiu data para convocar o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, a dar esclarecimentos sobre a compra de respiradores feita pelo Governo do Estado em parceria com o Consórcio Nordeste. Em sessão ordinária nesta quinta-feira (18), os deputados aprovaram, por unanimidade a convocação do secretário. O Estado pagou cerca de R$ 4,8 milhões pelos equipamentos.

A convocação foi aprovada via requerimento do deputado Sandro Pimentel (PSOL). Ao Agora RN, o parlamentar disse esperar que o secretário seja ouvido até o final da próxima semana. “Esse tema traz muita relevância e não se pode esperar, afinal, o povo potiguar tem o direito de saber todas as informações inerentes a compra desses respiradores e quais providências estão sendo tomadas quanto ao respectivo ressarcimento dos quase R$ 5 milhões”.

A sessão desta quinta gerou discussão em plenário. Alguns parlamentares alegaram que “é preciso haver transparência” com relação ao uso dos recursos destinados à compra. Sandro Pimentel discorda que haja falta de transparência, mas admite que as informações sobre o tema são insuficientes para sanar as dúvidas em relação ao caso.

“Qualquer centavo do recurso público precisa ser muito bem explicado, afinal é dinheiro do povo e por isso precisa ser muito bem investido. Além do que, nosso mandato tem tido, desde sempre, a marca da transparência e disso não abriremos mão, seja em que governo for”, explicou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.