BUSCAR
BUSCAR
Manutenção
Prefeitura vai produzir relatório sobre a estrutura de pontes e viadutos em Natal
Relatórios de manutenção devem conter resumo explicativo e de fácil compreensão sobre a condição estrutural das edificações
Redação
26/03/2019 | 08:30

O prefeito Álvaro Dias sancionou nesta terça-feira, 26, a lei que obriga o Município a divulgar, a cada 12 meses, o relatório sobre a manutenção as estruturas das pontes, viadutos, passarelas, túneis e rodoanéis existentes em Natal.

Segundo a publicação, que está na edição desta terça do Diário Oficial do Município, os relatórios de manutenção devem conter resumo explicativo e de fácil compreensão sobre a condição estrutural das edificações.

De acordo Tomaz Pereira Neto, titular da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semov), informou que o órgão ficará com a responsabilidade de analisar a situação das grandes estruturas viárias, como pontes e viadutos, enquanto que a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) vai ficar com as passarelas e rodoanéis.

“Temos uma equipe para realizar os estudos. Nós, inclusive, já realizamos a análise dos equipamentos a cada seis meses”, relata Tomaz Pereira.

A medida acontece uma semana depois que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) declarou situação de emergência na ponte Presidente Costa e Silva, mais conhecida como Ponte de Igapó, que cruza o estuário do Rio Potengi.

Com 606 metros de extensão e 12 metros e meio de largura, a Ponte de Igapó recebe, diariamente, cerca de 80 mil veículos. Construída em 1970, a última ação de manutenção foi realizada em 1990. Nos últimos anos, com a recorrente falta de reparos, os pilares apresentam grave deterioração.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.