BUSCAR
BUSCAR
Reis Magos
Prefeitura anuncia projeto vencedor da decoração natalina de 2016
Equipe vencedora do concurso foi premiada com R$ 50 mil. Cinco projetos concorreram ao edital

10/06/2016 | 17:04
“Natal em Natal – Cidade da luz” é o projeto vencedor do edital público para Decoração Natalina de 2016, promovido pela Prefeitura de Natal. O anúncio foi feito pelo prefeito Carlos Eduardo, na manhã desta sexta-feira (10), no Salão Nobre do Palácio Felipe Camarão. Encabeçada pelo arquiteto e urbanista Rafael Oliveira Fernandes, a equipe, que ainda conta com Leonardo Dias, Lucas Menezes, Renata de Oliveira e Ana Beatriz Duarte, foi premiada com R$ 50 mil. Cinco projetos concorreram ao edital.

De acordo com Rafael Fernandes, o projeto se divide em três eixos: conceito, paleta de cores e design simplista. As cores predominantes serão o branco e o dourado, que segundo o arquiteto, darão uma abordagem mais contemporânea à decoração. Ele explicou que sete alamedas compõem o projeto, seguindo orientação do edital. São elas: Alameda dos Anjos – Da Anunciação (BR-101 e rodovia Mário Covas), Alameda dos Presentes (Avenidas Salgado Filho e Roberto Freire), Alameda da Natureza Divina, Alameda dos Pastores, Alameda das Estrelas e Alameda dos Presépios.

A Árvore de Mirassol também foi contemplada no edital. Conforme o projeto, duas fitas de luzes em branco e dourado envolverão a árvore e uma iluminação de LED piscará até o cume onde ficará a estrela. Por ocasião do anúncio, o prefeito Carlos Eduardo determinou ao secretário municipal de Serviços Urbanos, Antônio Fernandes de Carvalho Júnior, que as luzes da Árvore sejam acesas no dia 1º de novembro.

“Quando entrei neste salão estava preocupado se o projeto iria pelo menos se aproximar do projeto vencedor do ano passado. A ‘noiva do sol’, como se expressou Câmara Cascudo em relação a Natal, vai ficar mais bela do que é com o projeto atual”, disse o chefe do executivo municipal. Ele assinalou ainda que o Natal em Natal é uma festa da cidade e não da Prefeitura: “Queremos fazer uma festa que tenha a admiração dos natalenses e dos turistas que nos visitam no fim do ano. Nós mostraremos os valores que temos aqui”.

Na visão do gestor, sob as luzes da decoração natalina, há um projeto cultural consistente para a cidade. E citou o Encontro Natalense de Escritores, o Festival de Música de Natal e o Festival de Dança. “As luzes iluminarão o Natal em Natal. Essa é uma cidade imbatível no fim do ano. O momento é muito importante”, ressaltou. O projeto “Natal em Natal – Cidade da Luz” trará uma novidade neste ano. Trata-se da iluminação interativa, que poderá ser acionada por qualquer pessoa por meio de um mecanismo.

Para o secretário municipal de Cultura, Dácio Galvão, a Prefeitura cumpre mais uma etapa no que tange à decoração natalina da cidade. Ele comentou que, neste segundo ano, o aporte financeiro é mais significativo, porque a Comissão de Seleção Artística é de excelência e a exigência se tornou maior: “Neste processo, ganha a cidade, porque a Prefeitura antecipa o projeto de decoração natalina”.

O Natal em Natal 2016 contemplará a simbologia dos Reis Magos, soberanos de tribos primitivas do Oriente, vindos da Pérsia, que se ocupavam das ciências, da astronomia e da matemática. Segundo a tradição, seguiram uma estrela que se movia do Sul para o Norte, perpendicularmente aos demais astros para anunciar o nascimento de Jesus. A forte simbologia dos Magos contribui para legitimar a Cidade de Natal como a Cidade dos Reis, visto que, já existe uma forte tradição oriunda da fundação do forte dos Reis Magos, em 1598, e celebrada anualmente na tradicional festa de Santos Reis, também inclusa nas comemorações do aniversário da Cidade.

Os elementos simbólicos da temática atribuída aos Reis Magos contribuem para uma variedade de possibilidades que proporcionam uma decoração natalina criativa, esteticamente bonita, original e atrativa para a população da cidade e visitantes do período. Os Reis Magos, caracterizados biblicamente por Baltazar, um senhor de setenta anos, de cabelos e barbas brancas; Gaspar, um jovem de vinte anos, vindo da Região Montanhosa, perto do Mar Cáspio; e Belchior, um mouro, de barba cerrada com quarenta anos, vindo do Golfo Pérsico, trouxeram presentes de grande valor simbólico na antiguidade: o ouro, ofertado como presente para um Rei; o incenso, para um Sacerdote, representando a espiritualidade; e a mirra, para um Profeta, usada para o embalsamento de corpos e simbolicamente representando, a imortalidade.

A seleção do melhor projeto foi realizada por uma Comissão de Habilitação Jurídica e uma Comissão de Seleção Artística, esta última formada por cinco componentes. Destes, três são especialistas de notório saber nas áreas das artes visuais e/ou design: o artista potiguar Carlos Sérgio Borges, o artista potiguar e figurinista João Marcelino e o conselheiro do Instituto de Arquitetos do Brasil, Fabrício Amorim de Oliveira. Os outros dois são o artista plástico Flávio Freitas, diretor de Artes Integradas da Secult, e o diretor de iluminação da Semsur, Kleber Dantas Rolim.

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.