BUSCAR
BUSCAR
Novela
O Caribe é Aqui: Rede Globo reexibe novela com cenas gravadas no RN
Hoje, a Globo começa a reexibir Flor do Caribe – que foi gravada em praias potiguares. O Agora RN conversou com um colunista de TV sobre a trama
Nathallya Macedo
31/08/2020 | 05:00

Que o Rio Grande do Norte é um cenário paradisíaco os potiguares sabem, mas nem todos os brasileiros conhecem as praias de águas claras, a gastronomia típica e a receptividade afetiva do povo do Nordeste. É por isso que ações de divulgação de pontos turísticos são sempre bem-vindas. Em 2013, a Globo trouxe um elenco de atores e atrizes para gravar a novela Flor do Caribe em lugares como Baía Formosa, Pipa, Base Aérea de Natal, Forte dos Reis Magos e dunas de Genipabu.   

Agora RN conversou com o jornalista e colunista de TV, Lucas Félix, sobre a importância da gravação, que aconteceu há 7 anos, e sobre o retorno da exibição, que começa nesta segunda-feira (31) no horário das seis. “A história se passava em uma cidade fictícia, a Vila dos Ventos. Mesmo assim, as referências ao estado e ao nosso estilo de vida eram constantes. Candinho, personagem de José Loreto, tinha até uma cabra de estimação”, relembrou.    

Além disso, as cenas representaram com nitidez as belezas naturais – admiradas pelo autor da novela, Walther Negrão – e contavam também com a participação de potiguares como figurantes. “Muitos funcionários de bares e bugueiros participaram da rotina de gravação e são lembrados até hoje por causa dessa grande e positiva exposição”, afirmou Lucas.  

A narrativa focava no romance entre Ester (Grazi Massafera) e Cassiano (Henri Castelli). Alberto (Igor Rickli), amigo de infância dos dois, retornou para a vila após três anos afastado. Rejeitado por Ester, Alberto decidiu conquistá-la a qualquer custo, passando por cima do amigo. “Ele armou uma cilada para Cassiano, que entregou diamantes falsos para um chefe de uma máfia na Guatemala. Cassiano acabou ficando separado de Ester por um bom tempo”.   

Lucas acredita que Flor do Caribe foi escolhida para ser reexibida neste momento de pandemia por ter um enredo leve. “Como estamos vivendo uma etapa tão difícil, acho que o contexto despretensioso da trama será agradável para quem está em casa. A edição reacende a valorização da cultura potiguar”.  

Para ele, a novela será estendida, tendo poucos cortes, para que não seja necessária uma outra reprise antes de uma produção inédita. “Deve durar até janeiro ou fevereiro nas telas. Será verão e alta estação então, caso a vacina para Covid-19 já esteja disponível, muitas pessoas estarão interessadas em viajar e o Rio Grande do Norte estará na mente delas”, avaliou.  

Na época da projeção original, em 2013, Flor do Caribe teve dois capítulos que não foram ao ar devido a coberturas jornalísticas. “A primeira interrupção ocorreu quando estava acontecendo o protesto nacional, conhecido como ‘Manifestação dos 20 centavos’. Com a cobertura dos eventos que marcaram a vinda do Papa Francisco ao Brasil, um capítulo também deixou de ser exibido”.   

A produção vai suceder a novela Novo Mundo, de 2017. “A obra de época não está indo bem na questão de audiência então ficou decidido tentar algo mais contemporâneo”, comentou o colunista.  

Praias potiguares foram cenários da novela. Foto: João Miguel Júnior/Globo
Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.