BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Bolsonaro e a oportunidade de governar perdida
Redação
22/06/2020 | 03:45

O presidente Jair Bolsonaro, agora sabe-se, mais que antes, não tem a menor condição de governar o país. Ao eleito nas urnas de 2018 foi dada a oportunidade, pleiteada por muitos, de administrar a Nação Brasileira. E o que foi que o capitão fez, até agora, com esta oportunidade? A desperdiçou.

Afinal, em que o Brasil avançou até aqui?

Eleito envergando uma bandeira contendo uma mixórdia de ideias consideradas liberais, direitistas e moralistas, Bolsonaro perdeu-se em meio à grande oportunidade, por falta de senso político, histórico e governativo.

Que quer, afinal, o nosso presidente, é uma questão que ainda está aberta, embora, para muitos, já esteja claro que Bolsonaro brinca com fogo ao presidir o país, sem ter a exata noção da força das instituições que envolvem a presidência da República e que são capazes de refrear seus impulsos tresloucados, conforme se verifica agora com as ações de órgãos como o Supremo Tribunal Federal e a Polícia Federal.

Governar apenas e tão somente seguindo os interesses próprios e o dos seus seguidores e apoiadores está longe de ser uma justa medida para quem veste a faixa presidencial de um país de dimensão continental como o Brasil. Para Bolsonaro, cercado por ministros cúmplices de seu desgoverno, embriagados com o poder federal, não restou alternativa, até aqui, do que transformar-se em inveterado lunático aos olhos do mundo e do seu próprio povo, excetuando-se aqueles que, como ele, acreditam que o poder presidencial pode tudo, inclusive, a implosão de uma nação.

Fuga calculada

A deputada federal Natália Bonavides (RN) disse que o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub “usou as últimas horas como ministro e o passaporte diplomático pra fugir do país”. “Sua exoneração saiu, bem calculada, só hoje, sábado, quando já estava fora e longe da justiça brasileira. Já demitido mas ainda nomeado só para obstruir. Desvio de finalidade?”, escreveu em uma rede social.

Fim de festa

“A fuga do inacreditável Abraham Weintraub para Miami e a chegada do também inacreditável Mário Frias à Secretaria de Cultura trazem ao governo um sensação de fim de festa, ou de fim do mundo, com o presidente Jair Bolsonaro catatônico, os generais aturdidos, o trio jurídico tentando um “respiro” do Supremo e o pau comendo na Justiça e na pandemia. Com um milhão de contaminados e 50 mil mortos, o foco do presidente está em outros números: 01, 02 e 03”. Da jornalista Eliane Catanhêde, no Estadão.

Justa homenagem

A governadora Fátima Bezerra (PT) envia nesta segunda-feira (22) à Assembleia Projeto de Lei que altera o nome do Distrito Industrial de Natal (DIN) para Distrito Industrial Nevaldo Rocha. Justa homenagem a um dos maiores empreendedores do Estado, do Brasil e do Mundo.

Justa homenagem 2

O prefeito Álvaro Dias (PSDB) não deixou por menos: pretende enviar também hoje Projeto de Lei para a Câmara mudando o nome da Avenida Salgado Filho para Avenida Nevaldo Rocha.

Aproximação

O Partido Liberal está muito afinado com a governadora Fatima Bezerra. Já estão na base da governadora os deputados George Soares (líder do governo), Ubaldo Fernandes e Kleber Rodrigues. E quem deve oficialmente indicar um secretário estadual é o presidente do PL, João Maia. Dizem que o nome já foi indicado e poderá ocupar a Junta Comercial.

Cúmplice

Enquanto discute-se juridicamente se os auxiliares do presidente Jair Bolsonaro podem ser considerados cúmplices das ações antidemocráticas, pró-milicianas e negacionistas da pandemia demonstradas pelo capitão, por não se posicionarem contra elas, seja por covardia ou interesse, destaca-se antecipadamente nesse time a presença indelével do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Cúmplice 2

Pelo apego ao cargo, o ex-deputado federal potiguar foi capaz de deixar o PSDB, partido que presidiu no RN e que o ajudou a se projetar nacionalmente, para atender aos caprichos de Bolsonaro, com suas birras contra o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), eventual adversário na eleição presidencial de 2022.

Primeiro os outros

Criticado por conterrâneos por não dar a devida atenção ao Rio Grande do Norte, Rogério Marinho deu nova bola fora. Em vez de criar uma agenda que permitisse a Bolsonaro trazer benefícios para o Estado, o ministro potiguar está levando benefícios federais para outros estados, deixando o RN a ver navios. Nessa semana, Marinho organiza evento político no Nordeste, para festejar a chegada das águas da transposição do rio São Francisco no Ceará, estado governado também pelo PT.

Convite

Ainda por falar em Rogério Marinho, o deputado federal João Maia, presidente do PL no RN, convidou o ministro para se filiar ao Partido Liberal (PL). Ofereceu também a presidência da legenda estadual a ex-tucano.

Rápidas

Hoje, 22 de junho, é Dia do Orquidófilo, Dia do Aeroviário e Dia do Economiário.

Nesta data, em 1980 – há 40 anos – Padre José de Anchieta foi canonizado beato, o jesuíta é um dos fundadores das cidades brasileiras de São Paulo e do Rio de Janeiro, além de um dos primeiros autores da literatura brasileira.

Mutirão de mamografias de atendimento gratuito está de volta para Zona Sul de Natal. A Unidade móvel está estacionada na Rua Barão de Açu, sem número. Os exames serão feitos entre 7h30 até 15h, até esta sexta (26).

O Sistema Fecomércio RN lança um pacote de cursos online gratuitos voltados aos cidadãos potiguares ligados a profissões do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica. As inscrições começam hoje e vai até sexta (26) no site do Senac RN.

Com o objetivo de auxiliar servidores públicos do RN com dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2020, a Sead separou uma dupla de contadores para orientar quanto ao preenchimento do documento. O atendimento será, de segunda a sexta-feira, até o dia 30 de junho.

As obras de reforma da agroindústria de beneficiamento de mel, no Assentamento Milagre, em Apodi, estão com mais de 80% de execução. A estimativa é produzir até 24 toneladas de mel no primeiro ano, assim que a nova fábrica estiver certificada e em funcionamento.

O Sesc RN vai levar seus seguidores para a cozinha, com o projeto Gastronomia Solidária.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.