BUSCAR
BUSCAR
TV
Xuxa fala sobre Ayrton Senna e abre o jogo sobre vida sexual aos 50 anos: “Melhorou muito”
Em um papo sincero com Serginho Groisman no 'Altas Horas' deste sábado 21, a apresentadora também falou de Sasha, da carreira e do relacionamento com Ayrton Senna: "Eu ainda gostava dele"
GShow
22/11/2020 | 07:53

Uma conversa franca e direta. O Altas Horas deste sábado 21 recebeu Xuxa Meneghel para um papo sincero sobre sua história dentro e fora da televisão. Na entrevista com Serginho Groisman, a apresentadora abriu o jogo sobre maternidade, carreira, amor, a relação com Ayrton Senna e os processos criativos por trás de seus livros “Maya – O Bebê Arco-íris” e “Memórias”.

Reencontro com Junno Andrade

“Eu comecei a viver coisas que eu não tinha vivido a minha vida inteira. Veio o Junno na minha vida e eu falei: ‘É o cara!’. A gente vai fazer nove anos e eu estou muito feliz. Estou passando por um momento muito bom porque eu tenho uma pessoa que me aceita do jeito que eu sou.”

Maturidade

“Tem uma chave que vira quando você entra nos ‘enta’. Sua pele começa a mudar, as pessoas começam a falar em reposição hormonal… Então eu deixo de ser uma mulher para ser uma senhora, aos 40 anos.”

“Caiu a ficha de que a idade chega para todo mundo. Aos 50 anos foi quando eu reencontrei o Junno. Então foi uma virada muito grande na minha vida (…) Dizem que a vida começa depois dos 50. A minha vida sexual depois dos 50 melhorou muito, porque eu tenho um companheiro que me ama, que gosta do que eu posso oferecer a ele, sem muitas cobranças.”

Xuxa e Junno Andrade — Foto: Reprodução/Instagram

Xuxa e Junno Andrade — Foto: Reprodução/Instagram

Maternidade

“Depois do nascimento da Sasha, a minha vida mudou muito. Comecei a olhar para minha mãe diferente, para as mães diferente, comecei a me colocar em segundo, terceiro plano. Eu precisava ser uma pessoa boa, só pensava nela. Minha filha tem que ter orgulho de mim. Ser mãe e ser uma mulher amada é muito importante.”

A eterna “rainha dos baixinhos” ainda revelou que seu próprio parto foi bem complicado e que, por isso, ela nasceu sem respirar:

“Eu quase morri, teve que fazer cesárea. Nasci escura, sem respirar, tiveram que fazer uma limpeza nos meus pulmões, foi um parto demorado, bastante difícil.”

Liberdade

“Eu tinha a liberdade de brincar com as crianças, mas a liberdade de ser eu nunca tive. Tinha a impressão de que eu não sabia pensar e falar se não fosse através dos desejos e pensamentos de certas pessoas. A palavra liberdade eu não tinha, não.”

“Comecei a colocar as asinhas para fora quando eu fui mãe. Comecei a dizer não: ‘Não quero que minha filha me veja assim, como um boneco, levado pra lá e pra cá como marionete. Então eu comecei a ter mais vontade, mostrar o que eu queria dar e ser. Para isso acontecer, tive que andar com as minhas próprias pernas, pensar e falar, e muita gente não gostou.”

Amizades

“Quando eu comecei como modelo, eu tive amizade com a Luiza Brunet, eu tinha uma paixão absurda por ela. E depois a vida fez a gente se separar um pouco. Hoje a gente conversa, mas também não tem essa ligação do tipo: ‘Ela é minha amiga’. Eu a conheci, tenho muito carinho por ela, mas também não trouxe da época de modelo para cá.”

“Minha filha tem amizade com meninas que ela conheceu com um ano e meio de idade. Até hoje são amigas dela de verdade. Eu não tenho esse tipo de amizade, infelizmente.”

Ayrton Senna

“A gente era muito parecido, ele gostava das mesmas coisas que eu. Era assustadora a nossa semelhança de atitudes e de gosto”.

Na entrevista, Xuxa revelou que teve um pressentimento de que poderia haver um acidente com Ayrton Senna, e que iria procurá-lo um dia depois do acidente fatal que vitimou o piloto brasileiro:

“Eu queria ir atrás dele porque queria conversar. Eu queria falar do meu sentimento. Porque mesmo separados há um tempão eu ainda gostava dele, ainda tinha vontade de ficar com ele. Me lembro que no sábado eu ia terminar umas músicas, domingo ele ia correr, e eu falei que na segunda-feira ia atrás dele. E disse: ‘Estou com um pressentimento de que ele vai se machucar, e vou atrás dele na segunda-feira’. Fiquei falando muito. Depois vieram me contar que ele também ficou falando de mim, e que ia conversar comigo.”

A loira ainda fez questão de afirmar que, apesar de querer revelar seus sentimentos a Ayrton, jamais faria isso se ele estivesse casado:

“Queria deixar claro uma coisa, todo mundo sabe que ele estava namorando. Todo mundo sabe o quanto os dois demonstravam se gostar. Eu falando isso parecia que queria separar alguém. Na realidade, queria resolver minha vida com ele, sei o que eu estava sentindo, sei o que eu queria fazer. Se iria acontecer, não sei… Ele também pensou alguma coisa, foi uma energia que rolou e poderia não ter dado em nada. Poderia ter vivido bem com essa pessoa ou não. Só não aconteceu por uma fatalidade.”

“O meu relacionamento com ele foi muito forte, de muitas emoções juntas, muitos sentimentos… Eu não estava preparada para essa pessoa que veio falando o que eu queria ouvir, fazendo as coisas que eu queria fazer, num momento em que eu estava dando muita importância ao meu trabalho. E pensei que mais à frente poderia acontecer de a gente se encontrar. Não deu porque não existiu o ‘mais à frente’, porque aconteceu o que aconteceu ou porque, de repente, ele poderia estar casado com alguém, e eu não faria isso”.

“Vai ficar sempre no ‘não sei’. Porque eu não tentei, não fui, não deu”.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.