BUSCAR
BUSCAR
Vanguarda
UFRN supera média nacional em pesquisa sobre clima organizacional
UFRN pontuou 83 e a média dos outros órgãos foi de 69

16/05/2022 | 18:32

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) conquistou desempenho superior à média nacional na 1ª Pesquisa de Clima Organizacional, realizada pela Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal  (SGP) do Ministério da Economia. O levantamento tomou como base a resposta de servidores públicos ativos civis da Administração Pública Federal e mensurou aspectos como credibilidade, imparcialidade, orgulho e senso de comunidade dentro do órgão.

De acordo com a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), a Universidade vem implementando ações de desenvolvimento, qualidade de vida no trabalho e suporte organizacional ao longo dos anos, contribuindo para o aumento dos índices favoráveis ao clima organizacional das unidades e da instituição. Nesse contexto, destacam-se o Programa Viver em Harmonia, a Política de Capacitação e Qualificação, bem como a Comissão de Humanização das Relações de Trabalho.

Sobre a visão dos servidores em relação à UFRN, a pesquisa avaliou aspectos do clima organizacional relativos ao “orgulho” da equipe e da reputação do órgão, a Universidade pontuou 83 e a média dos outros órgãos foi de 69.  Sobre a “credibilidade”, que mede o nível de confiança dos servidores na gestão sobre as práticas de comunicação, competência e integridade, a Universidade atingiu 69 pontos e a média nacional foi de 50.

Sobre a “imparcialidade” no tratamento e reconhecimento igual para todos, além de práticas justas de liderança, a instituição de ensino ficou com 68 pontos, enquanto a média do governo federal foi de 57 pontos. Já sobre a “camaradagem”, para avaliar aspectos como a proximidade, hospitalidade e senso de comunidade dentro do órgão, a nota alcançada foi 71 na Universidade e de 56 pontos na média nacional. Na questão relativa ao “respeito às equipes”, dimensão sobre a oferta de oportunidades de treinamento, recursos e equipamentos, além de reconhecimento, a UFRN pontuou 61 e a nota nacional foi 48.

Já na visão dos servidores sobre os seus setores específicos, sobre a “camaradagem”, a nota alcançada foi 73 na Universidade e 62 pontos na média nacional. No quesito “credibilidade”,  a UFRN atingiu 71 pontos e a  média nacional foi de 62 pontos. Sobre a “imparcialidade”, a instituição de ensino ficou com 71 pontos, enquanto a média do governo federal foi de 63 pontos. No item “orgulho”, a UFRN pontuou 76 e a média dos outros órgãos foi de 66. Em relação ao “respeito às equipes”, a Universidade pontuou 63 e a nota nacional foi 54.

Outro indicador foi a “gestalt”, que buscou avaliar o sentimento do participante pela instituição e o quão excelente é o local para se trabalhar. A UFRN alcançou 78 pontos, já a média nacional foi de 59 pontos. As questões que tiveram as melhores avaliações foram relativas à identificação com a missão do órgão; à contribuição para a sociedade e para o bem comum; e à entrega de alta qualidade da instituição para o público-alvo. Já os aspectos que precisam ser aprimorados têm relação com o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional; promoções por merecimento; e a oportunidade de reconhecimento especial.

O levantamento foi aplicado de 21 de setembro a 23 de outubro de 2020, e os resultados foram analisados pela Escola Nacional de Administração (ENAP). Ao todo, 184 órgãos participaram do levantamento, com respostas de, aproximadamente, 33 mil servidores, alcançando um grau de confiança de 95% e uma taxa de erro de 5% .

Sede: Rua dos Caicós, 2305-D, Nossa Sra. de Nazaré. Natal/RN | CEP: 59060-700
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.