BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Dia de votação: tudo o que você precisa saber sobre as eleições em Natal
Agora RN coletou as principais informações que você, cidadão, precisa saber antes de ir às zonas eleitorais neste domingo 15 para exercer o direito democrático do voto
Redação
14/11/2020 | 08:13

As Eleições 2020 no Rio Grande do Norte ocorrerão em 1.521 locais de votação neste domingo 15. As urnas de votação onde estarão organizadas 7.168 seções eleitorais, com disponibilidade de 7.676 urnas eletrônicas, entre urnas instaladas nas seções eleitorais, urnas de contingência e urnas reservas. 

Atuarão no pleito 26.188 mesários, coordenados por 5.485 supervisores e um conjunto de colaboradores distribuídos em 200 pontos de apoio. Em Natal, são 1.249 urnas eletrônicas instaladas e mais 65 voltadas a contingências. Há, ainda, 85 urnas reservas.

O número de mesários na capital é de 5.052, equivalente a 19% do total de pessoas que atuam voluntariamente no pleito deste ano no estado. 

Em todo o Rio Grande do Norte, estarão aptos a ir às urnas este ano 2.447.178 eleitores, 560.929 deles somente em Natal. As estatísticas apontam que houve redução do custo por eleitor, em relação às Eleições Gerais de 2018, registrando-se um recuo de R$6,32 para R$5,88. O orçamento total de 2018 foi de R$15.124.161,00, contra os R$14.394.564,00 calculados para 2020.

O eleitorado em todo o RN evoluiu em dois anos cerca de 3,1%: de 2.373.691 eleitores (2018) para 2.447.178 (2020). Em Natal, o crescimento se deu em percentual menor (0,7%), de 556.983 para 560.929.

Foram formalizados 521 pedidos de registros de candidaturas a prefeito e 528 a vice-prefeito (a diferença entre um e outro decorre dos pedidos de renúncia e outras intercorrências) nos 167 municípios do Rio Grande do Norte. 

Só em Natal, 14 concorrentes formalizaram pedido de registro para a disputa ao cargo de prefeito (com uma renúncia) e 16 ao de vice-prefeito (havia até 2/11 três renúncias). As atualizações podem ser conferidas na plataforma DivulgaCand Contas, da Justiça Eleitoral. 

O número, contudo, reduziu para 13 após a desistência de Fernando Pinto, do partido Novo, como informado em outubro com exclusividade pelo Agora RN. A saída foi ocasionada por motivos de saúde.

Apesar disso, o quantitativo de postulantes que desejam assumir o Palácio Felipe Camarão, sede do governo municipal, localizado na zona leste, ainda é recorde. Ao todo, são dez homens (77%) e três mulheres (23%) disputando a prefeitura. 

O que aparece como favorito para assumir a próxima gestão é o atual prefeito Álvaro Dias (PSDB), que era vice de Carlos Eduardo até 2018, quando este decidiu concorrer ao governo estadual. Algumas pesquisas de intenção de votos dão vitória ao candidato ainda no primeiro. 

Contudo, diante de um número expressivo de indecisos (20%, em média), algumas projeções de segundo turno são geradas, com o tucano e concorrendo com um dos três candidatos: Delegado Leocádio (PSL), Senador Jean (PT) e Kelps Lima (Solidariedade). 

De acordo com a previsão do Tribunal Regional Eleitoral, os nomes dos 29 vereadores de Natal serão conhecidos até às 21h deste domingo, já que são decididos em único turno. 

O cargo de vereador, por sua vez, registrou em todo o estado 9.504 inscrições, 736 delas somente em Natal. Os dados atualizados por município e a situação das candidaturas, em qualquer tempo, podem ser acessados no sistema Divulgacand Contas, da Justiça Eleitoral (Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais). 

Dos atuais integrantes da Câmara Municipal de Natal, 27 buscam a renovação do mandato. Eleika Bezerra (PSL) e Franklin Capistrano (PSB) optaram por encerrar suas atuações no legislativo da capital em 2020.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.