BUSCAR
BUSCAR
Melhorias
RN é 2º estado do Brasil a assinar o Pacto de Implementação dos Direito dos Idosos
Adesão foi realizada na abertura do I Seminário de Atenção ao Envelhecimento Humano nesta terça-feira 30
Redação
31/03/2021 | 11:13

O Rio Grande do Norte é o segundo estado do país a firmar o Pacto Nacional de Implementação dos Direitos da Pessoa Idosa. A assinatura de forma remota ocorreu na abertura do I Seminário Potiguar de Atenção ao Envelhecimento Humano, nesta terça-feira 30 promovido pelo Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (CEDEPI/RN) com apoio do Governo do Estado por meio da da SETHAS (Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas).

A titular da SETHAS, Iris Maria de Oliveira, representou a governadora, professora Fátima Bezerra no evento que prossegue nesta quarta-feira 31 e tem como meta incentivar a capacitação de recursos humanos na promoção, defesa e atendimento da pessoa idosa. O Seminário tem como público alvo, conselheiros, gestores públicos, pessoas idosas, profissionais que lidam com a terceira idade e estudantes.

Iris Oliveira disse que “é um desafio muito grande pensar políticas que permitam ao idoso viver com qualidade de vida, ter acesso à saúde e enfrentar as situações de violência”. De acordo com ela, o Governo do Estado não mede esforços para superar cada um desses desafios e desenvolve estratégias de fortalecimento da proteção social, de enfrentamento as violações de direitos e de melhoria da qualidade de vida para pessoas idosas em todo o território potiguar, apesar da crise sanitária causada pela pandemia da Covid-19.

Pacto


O Pacto Nacional de Implementação dos Direitos da Pessoa Idosa é idealizado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.
O presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, Antônio Costa, representou o Ministério no evento.

“O Pacto almeja, através de investimentos, revitalizar conselhos e criar fundos para que os municípios detenham suas políticas locais para as pessoas idosas, além de capacitar gestores”, frisou Antônio Costa. O RN, ressaltou, é o segundo estado do Brasil, depois do Rio Grande do Sul, a firmar o Pacto. “É uma oportunidade (o pacto) de avançar na política dos direitos para a pessoa idosa”, complementou Iris Oliveira.

Na abertura do Seminário transmitida pelo canal da UERN TV no youtube foi realizada a posse dos 28 novos representantes governamentais e não governamentais (sendo 14 titulares e 14 suplentes) do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa para o Biênio 2021/2023. 

Participaram ainda da solenidade, a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, Tamires Mendes, a professora, Dra. e reitora em exercício da UERN,  Fátima Raquel Rosado Morais e a representante  das Pessoas Idosas e Conselheira Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa do RN,  Edilte Gurgel. 

Investimentos


No enfrentamento da pandemia que afeta diretamente pessoas idosas em situação de violência, de rua e de abandono, o Governo do Estado aplicou na rede de proteção socioassistencial para atendimento a esse público, R$ 1,1 milhão do total de R$ 8,8 milhões dentro do Programa RN Chega Junto composto de seis ações.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.