BUSCAR
BUSCAR
Água
Reservas hídricas do RN acumulam mais de 2,2 bilhões de metros cúbicos
Acumulado hídrico atual é de 50,98% da capacidade total do Estado
Redação
06/10/2020 | 08:31

Relatório mais recente sobre o volume nos principais reservatórios do Rio Grande do Norte indica que o acumulado hídrico atual é de 2.231.327.450 de metros cúbicos de água, o que corresponde a 50,98% da capacidade total do Estado. Os dados são do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn).

Metros cúbicos

A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório estadual, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, está com 1.417.504.865 m³, o que representa 59,73% da sua capacidade total.

Já o segundo maior reservatório do Estado, Santa Cruz do Apodi, acumula 193.178.490 m³, equivalentes a 32,21% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³.

A represa Umari, localizada em Upanema, é o terceiro maior manancial do Estado. Ela está com 243.338.549 m³, percentualmente, 83,1% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³.

A barragem Pau dos Ferros acumula 16.202.930 m³, o que representa 29,54% da sua capacidade, que é de 54.846.000 m³.

Já o reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, está com 11.716.970 m³, correspondentes a 26,38% da sua capacidade.

O açude Itans, localizado em Caicó, está com 8.127.291 m³, equivalentes a 10,72% da capacidade do reservatório.

O açude Bonito II, localizado em São Miguel, acumula 2.424.675 m³, correspondentes a 22,32% da sua capacidade, que é de 10.865.000 m³.

O reservatório Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, é o único reservatório ainda com mais de 90% da sua capacidade. Ele está acumulando 9.366.667 m³, que equivalem a 93,67% da sua capacidade total, que é de 10 milhões de metros cúbicos.

Mananciais cheios

Os mananciais com volumes na faixa dos 80% das suas capacidades, além de Umari, são: Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 86,67%; Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, com 81,24%; Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, com 82,42%; Encanto, localizado em Encanto, com 85,01% e Mendubim, localizado em Assu, com 89,85%; .

Os açudes com volumes na faixa de 70% são: Rodeador, localizado em Umarizal, com 75,56%; Morcego, localizado em Campo Grande, com 78,58%; Santo Antônio de Caraúbas, localizado em Caraúbas, com 73,67%; Beldroega, localizado em Paraú, com 77,24%; Pataxó, localizado em Ipanguaçu, com 76,38% e Dourado, localizado em Currais Novos, com 74,38%.

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Igarn, 3 estão com volumes inferiores a 10% das suas capacidades, portanto, considerados dentro do nível de alerta. São eles: Flechas, localizado em José da Penha, com 8,43%; Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 1,67% e Passagem das Traíras, localizado em São José do Seridó, que continua em obras na sua estrutura, com 0,47% do seu volume total.

Mananciais secos

Já os Secos são: Inharé, localizado em Santa Cruz e Trairi, localizado em Tangará.

Situação das lagoas

A Lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, está atualmente com 100% da sua capacidade, que é de 11.019.525 m³.

A Lagoa do Boqueirão, localizada em Touros, acumula 9.854.618 m³, percentualmente, 88,98% da sua capacidade total que é de 11.074.800 m³.

A Lagoa do Bonfim, localizada em Nísia Floresta, está com 45.145.394 m³, correspondentes a 53,57% da sua capacidade total de acumulação, que é de 84.268.200 m³.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.