BUSCAR
BUSCAR
Entrevista
Prefeito Emídio Júnior: “Não podemos politizar combate à Covid”
Eleito com quase 60% dos votos, o prefeito de Macaíba, Emídio Júnior, reforça que seu foco é no desenvolvimento do município, não se deixando levar por questões ideológicas e partidárias
Redação
28/05/2021 | 08:29

Na queda de braço entre direita e esquerda, o prefeito de Macaíba, Emídio Júnior, garante estar exclusivamente do lado de quem o elegeu com quase 60% dos votos. “Minha bandeira é Macaíba. Meu foco é na administração e desenvolvimento do município. Não entro nessa linha ideológica partidária”, ressalta.

Para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, que já fez 140 mortos no município, defende uma condução isenta de posicionamentos políticos. O dilema é “de um lado pensamos na preservação da vida, por outro, vemos vários setores sofrendo as consequências das paralisações comerciais”. E para não deixar a economia parar, tem garantido os salários dos servidores dentro do mês trabalhado. “Isso é de fundamental importância numa cidade onde o maior empregador é o setor público”, explica.

Mas, além do vírus e seus efeitos, há problemas sérios que, segundo ele, caíram em seu colo ao assumir a cadeira do Executivo. São como “heranças” das gestões anteriores, e que têm tornado ainda mais difíceis estes quase 150 dias de seu governo. “Na segurança, para se ter uma ideia, não foi encontrado um papel rascunhado sobre qualquer ação que o município pudesse fazer no sentido de minimizar os altos índices de violência em Macaíba”, conta. “Mesmo assim, com muito trabalho de toda equipe conseguimos avanços importante”, acrescenta.

Agora RN – O senhor foi eleito com uma distância muito grande em relação à segunda colocada. Politicamente, a que atribui essa diferença?

Emídio Júnior – A população de Macaíba passou a enfrentar nos últimos anos problemas de todas as ordens: desemprego, altíssimos índices de violência, falta de incentivo às políticas públicas destinadas, sobretudo aos jovens, entre outros. Havia um desencantamento muito grande com o sistema que administrou o município por duas décadas. O povo queria alguém que conhecesse, vivesse e compreendesse de perto as principais demandas municipais. Alguém que fosse capaz de lutar e defender realmente os interesses do município. O povo macaibense cansou de ser enrolado com promessas fantasiosas de 20 anos que nunca aconteceram. Na Grande Natal, viram o município estagnar em comparação aos vizinhos. Então, foi uma gama de fatores que contribuíram para Macaíba eleger-me com a maior diferença de votos da história do município. Isso, de nenhuma forma, nos eleva o ego, pelo contrário, só nos mostra o tamanho da responsabilidade que temos pela frente.

Agora RN – A coligação do senhor tinha o PT entre os partidos. Após eleito, como o senhor se colocou diante da queda de braço entre o governo estadual petista e a extrema direita de Bolsonaro?

Emídio Júnior – Meu foco é na administração e desenvolvimento do município. Não entro nessa linha ideológica partidária.

Agora RN – Há algum desalinhamento com o Governo Federal, e isso pode, de alguma forma, ter atrapalhado o envio de recursos federais ao município?

Emídio Júnior – Minha bandeira é Macaíba. Estive recentemente em Brasília em busca de recursos para obras de extrema importância aos macaibenses. Fui muito bem recebido por todos da bancada federal potiguar. Como já disse, estou focado em realizar meu trabalho como gestor de Macaíba buscando parcerias que sejam boas para o alinhamento de Macaíba e sua gente.

Agora RN – Como ex-vereador, o senhor tem mantido boa relação com a Câmara Municipal? Seus opositores políticos têm tentado dificultar suas ações?

Emídio Júnior – Fui parlamentar por duas vezes. Conheço bem a “Casa do Povo”. Hoje temos uma relação respeitosa entre os poderes. Temos mantido um diálogo com todos no sentido de buscar fazer o melhor para nossa cidade. Meu governo é do diálogo.

Agora RN – Um dos grandes gargalos do enfrentamento à Covid tem sido a queda de braço política, percebida desde a distribuição de vacinas às divergências nos decretos. Como a prefeitura de Macaíba tem lidado com isso?

Emídio Júnior – Enfrentamos um inimigo perigosíssimo, impiedoso e mortal. Não podemos politizar o combate à Covid. Em Macaíba, já temos registrados mais de 140 óbitos causados pelo coronavírus. Temos realizado várias ações de enfrentamento à pandemia. Não é fácil porque de um lado pensamos na preservação da vida, por outro, vemos vários setores sofrendo as consequências das paralisações comerciais. Recentemente enviamos um projeto de lei à Câmara pedindo autorização para a compra de vacinas (havendo o produto no mercado, certamente compraremos o imunizante para os macaibenses), equipamos nossa UPA 24h, temos unidades sentinelas, realizamos ações de conscientização em locais públicos, entre outros. Estamos lutando diariamente para que logo possamos nos livrar desse mal. É isso que queremos. Não entramos na linha de misturar o combate a pandemia com política, essa combinação é terrível e não dá certo.

Agora RN – Como está o processo de vacinação em Macaíba? Quais são as principais metas do trabalho de imunização?

Emídio Júnior – Estamos vacinando de acordo com o que o município vem recebendo. Um trabalho de muita responsabilidade. Destaco aqui que Macaíba foi um dos poucos municípios a não utilizar estoque de D2 para D1. Seguimos à risca o que manda a cartilha do Ministério da Saúde e consequentemente a da Sesap. Nossa meta maior é vacinar nosso povo.

“Macaíba passará a ser vanguarda”

Agora RN – Ainda sobre o enfrentamento da Covid, como a prefeitura tem atuado para frear o avanço do vírus, para atender bem à população contaminada e para derrubar o número de mortes?

Emídio Júnior – Desde o início da gestão buscamos desenvolver ações que minimizem os índices de contaminação pelo coronavírus. Reorganizamos o espaço da feira e mantemos equipes de higienização sempre no local, em parceria com o Governo do Estado desenvolvemos ações do pacto pela vida, mantemos unidades sentinelas que reforçam bastante o atendimento à população, abrimos novos leitos na UPA 24h, cada unidade de saúde de saúde ganhou o reforço de mais um técnico de enfermagem para auxiliar no enfrentamento a pandemia. Além disso, temos reforçado os cuidados que a população deve ter em relação a higiene e segurança contra o vírus

Agora RN – Do ponto de vista econômico, como a prefeitura tem colaborado para que a economia continue circulando, mesmo em tempos de restrições no comércio?

Emídio Júnior – Primeiramente garantir o pagamento do funcionalismo em dia. Isso é de fundamental importância numa cidade onde o maior empregador é o setor público. Com muita responsabilidade estamos quitando o pagamento dos trabalhadores regularmente dentro do mês trabalhado. Desde que assumimos estamos na luta por desenvolver o desenvolvimento de Macaíba. Estamos na busca por novas oportunidades de emprego para nosso povo. Na última semana tivemos a excelente notícia que a nossa área industrial vai ganhar 17 novas empresas a curto e médio prazo. Isso vai possibilitar a geração de mais de 3 mil empregos.

Agora RN – Com pouco mais de 100 dias de gestão, quais os principais avanços que o senhor destacaria em Macaíba?

Emídio Júnior – Foi e ainda está sendo um período bem difícil, pois pegamos uma prefeitura com muitos problemas. O grupo que esteve por duas décadas à frente da administração tentava passar uma ideia de organização, mas ao chegarmos na gestão vimos que a realidade era muito diferente. Mesmo assim, com muito trabalho de toda equipe conseguimos avanços importantes. Posso destacar na área da saúde, onde conseguimos colocar vários equipamentos que não existiam na unidade como, por exemplo, um aparelho raio-x que estava desde 2020 quebrado consertamos e hoje está sendo muito útil ao povo, contratamos várias especialidades médicas e estamos finalizando a construção da primeira policlínica municipal de Macaíba. O local vai oferecer o atendimento de 17 especialidades médicas, um centro de reabilitação num ambiente humanizado e moderno. Na segurança, não foi encontrado um papel rascunhado sobre qualquer ação que o município pudesse fazer no sentido de minimizar os altos índices de violência em Macaíba. Essa foi inclusive a pior área encontrada pelo nosso governo. Entretanto, já avançamos bastante. Na semana passada, aprovamos o projeto de lei de Segurança de Macaíba e apresentamos a sociedade civil organizada. A lei permitirá investimentos na área. Uma das primeiras ações será a criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública e a construção de um sistema de videomonitoramento. Estamos planejando a criação da Guarda Municipal, da Defesa Civil, entre outras. Esses são alguns exemplos, mas podemos citar também ações importantes na pasta do meio ambiente, agricultura, infraestrutura… Estamos organizando a casa e tenho certeza que a partir do segundo semestre deste ano muita coisa boa acontecerá em Macaíba.

Agora RN – Como manter as outras áreas funcionando num momento de crise sanitária como este?

Emídio Júnior – A pandemia existe e necessita de todos os cuidados. Então, com muito planejamento estamos fazendo com que a população tenha acesso aos serviços essenciais. Temos nos reunido com nosso corpo técnico semanalmente com o objetivo de oferecer o melhor serviço público possível aos munícipes. Claro que a pandemia inviabiliza algumas ações e um atendimento maior, porém a administração está trabalhando para atender, dentro dessa limitação, o povo macaibense.

Agora RN – Logo que a Covid seja superada, quais são as principais metas do mandato?

Emídio Júnior – Temos muitas ações e projetos sendo organizados. Logo que tudo isso passar, e espero que seja logo, colocaremos tudo em prática, se Deus quiser. Vamos levar a prefeitura para os bairros e comunidades rurais do município. Vamos aproximar o povo dos serviços públicos. Historicamente e culturalmente Macaíba tem uma importância gigantesca para o RN. Neste sentido, vamos desenvolver projetos que valorizem essa condição que foi ignorada por tantos anos. No campo esportivo, o município é um celeiro de grandes desportistas. Assim, vamos fazer um trabalho de resgate e a valorização de nossas atividades esportivas. Não tenho dúvidas que Macaíba deixará de ocupar a retaguarda e passará a ser vanguarda.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.