BUSCAR
BUSCAR
Eleições 2020
Por suspeita de montagem, juíza suspende propaganda de Jean Paul contra Álvaro Dias
Decisão foi tomada neste domingo 11 pela juíza Hadja Rayanne, da 3ª Zona Eleitoral
Redação
12/10/2020 | 09:51

A juíza Hadja Rayanne, da 3ª Zona Eleitoral, mandou suspender neste domingo 11 a veiculação de uma propaganda feita pelo candidato do PT à Prefeitura de Natal, Jean Paul Prates. A magistrada considerou a suspeita de que Jean usou, no vídeo, montagem e/ou trucagem para apresentar fatos inverídicos contra o prefeito Álvaro Dias (PSDB), candidato à reeleição.

No sábado 10, o prefeito de Natal entrou com uma ação na Justiça Eleitoral para pedir direito de resposta após o candidato do PT divulgar um vídeo nas redes sociais no qual o prefeito critica a situação da orla marítima da cidade.

Montagem/trucagem

No entendimento da juíza eleitoral, as provas inseridas no processo “apresentam indícios do uso de montagem/trucagem passíveis de distorcer a realidade dos fatos”. Por conta disso, Hadja Rayanne verificou a necessidade de o judiciário agir rapidamente para evitar “potencializar eventuais danos” pela campanha petista.

No vídeo apresentado pela campanha de Jean, foi extraído um trecho de uma entrevista do prefeito à Inter TV Cabugi na qual Álvaro aparece dizendo que Natal tem “uma das orlas marítimas mais feias do Brasil”. Em seguida, uma montagem enfatiza o último trecho da fala: “Mais feias do Brasil”. Antes, o próprio candidato Jean diz que a fala indica que Álvaro não gosta da cidade.

Na entrevista, o prefeito descreveu a situação da orla para fazer uma defesa da revisão do Plano Diretor, que, segundo ele, serviria para atrair investimentos imobiliários para a região costeira.

Nota de Jean Paul

Após a decisão da juíza, Jean Paul Prates soltou uma nota. Leia na íntegra:

A respeito da decisão judicial sobre a postagem em que o prefeito Álvaro Dias chama de feia a orla de Natal, lembro que, em 12 de setembro de 2019, ele concedeu entrevista ao jornal televisivo RN 2, exibido à noite pela InterTV Cabugi, afiliada da Rede Globo, afirmando que “Nós temos uma das orlas marítimas mais feias do Brasil”.

A fala do prefeito repercutiu tanto, que outros veículos de comunicação a reproduziram, dado o impacto negativo que teve junto a toda a população de Natal. Isso explicita, portanto, que não se trata de fake news.

A decisão da Justiça, inclusive, atende parcialmente ao pedido de Álvaro Dias, determinando apenas a suspensão de nova veiculação da propaganda nas redes sociais. Além disso, a magistrada Hadja Rayanne negou a solicitação de direito de resposta, o que confirma que o conteúdo da publicação não é falso.

A decisão judicial não é definitiva. A juíza ainda vai julgar o mérito da ação e concedeu apenas uma liminar ao candidato Álvaro Dias, que concorre à renovação do mandato.

Confio na sabedoria da Justiça potiguar e reafirmo que nossa campanha será sempre limpa e propositiva. Queremos o melhor para a cidade de Natal e, para alcançar esse objetivo, é preciso que os candidatos façam um debate constante e aberto. Infelizmente, nem todos parecem dispostos a uma campanha nesse nível.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.