BUSCAR
BUSCAR
Quarentena
Para 18% dos comprometidos, relacionamento piorou na pandemia, diz pesquisa
Recorte levou em conta apenas os entrevistados que disseram estar em um relacionamento. São 52% dos brasileiros nessa situação
Poder 360
20/09/2020 | 10:13

Pesquisa PoderData mostra que 18% dos brasileiros comprometidos dizem que seus relacionamentos pioraram desde o início da pandemia de Covid-19. Para 63%, nada mudou e 10% disseram que as relações melhoraram.

O recorte levou em conta apenas os entrevistados que disseram estar em um relacionamento. São 52% dos brasileiros nessa situação. Os que estão solteiros são 39%, diz o estudo. E 9% preferiram não responder essa questão.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é realizada em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Os dados foram coletados de 14 a 16 de setembro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 459 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

O PoderData separou recortes para as respostas à pergunta sobre os relacionamentos na pandemia. Foram analisados os perfis por sexo, idade, nível de instrução, região e renda.

Os com ensino superior (22%), os residentes do Sudeste (19%) e os que ganham de 2 a 5 salários mínimos (27%) são os grupos que mais relataram melhora nos relacionamentos.

Já os que têm de 45 a 59 anos (26%), os que possuem apenas ensino fundamental (25%), os residentes do Nordeste (24%) e os desempregados ou sem renda fixa (24%) são os estratos onde mais pessoas, proporcionalmente, disseram que os relacionamentos pioraram.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.