BUSCAR
BUSCAR
Dinheiro
O que fazer com o décimo terceiro salário? Confira dicas
Número de pessoas com direito ao benefício no Brasil soma 80 milhões, dos quais 60% são empregados formais (48 milhões de pessoas) e 38,4% (30,8 milhões) são aposentados e pensionistas da Previdência Social (INSS)
Redação
04/12/2020 | 12:33

Todo trabalhador tem uma expectativa no fim de ano: o pagamento do 13° salário. Em 2020, com a pandemia da Covid-19, aconteceram mudanças nas relações de trabalho – com a recomendação de isolamento social, ocorreu a suspensão de atividades presenciais não essenciais e, por consequência, a implantação do home office e algumas outras medidas.

Mesmo assim, os trabalhadores que tiveram a jornada de trabalho reduzida devem receber o 13º de forma integral, com base na remuneração do mês de dezembro, sem influência das reduções temporárias de jornada e salário. O pagamento integral vale ainda que, em dezembro, o funcionário esteja recebendo remuneração menor em função da jornada reduzida. No caso dos contratos suspensos, o período em que o funcionário não trabalhou não será considerado para o cálculo do 13º, a não ser que ele tenha prestado serviço por mais de 15 dias no mês. Neste caso, o mês será considerado para o pagamento do benefício.

O pagamento do 13° salário deve injetar R$ 215 bilhões na economia, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O número de pessoas com direito ao benefício no Brasil soma 80 milhões, dos quais 60% são empregados formais (48 milhões de pessoas) e 38,4% (30,8 milhões) são aposentados e pensionistas da Previdência Social (INSS). O valor médio do 13º salário que será pago em 2020 é estimado em R$ 2.458.

Se houver dívidas a quitar, use o 13º salário

Por mais que isso possa ser difícil, o 13º salário talvez seja justamente o alívio financeiro que você aguardava para quitar suas dívidas. Isso é muito comum quando nos endividamos durante o ano (principalmente por meio de financiamentos e parcelamento de faturas de cartão). É melhor quitar logo essas pendências do que lidar com juros de cartão e de cheque especial, que são bastante elevados. Se for esse o caso, aproveite também para diminuir as compras de Natal e começar o ano no azul.

Escolha com cuidado seus gastos nessa época do ano

Nessa época do ano é difícil priorizar um gasto em detrimento de outro. Ainda que você tenha suas próprias dívidas (parcelamentos no cartão de crédito a pagar, por exemplo), não quer deixar de presentear seus amigos e familiares nas festividades. Entretanto, a racionalização de gastos é fundamental para manter um orçamento equilibrado.

Antes de planejar com quais compras irá gastar o 13º salário, reflita sobre a necessidade de alguns gastos e, eventualmente, faça mudanças. É possível alternar viagens nacionais e internacionais, por exemplo, para não comprometer demais as finanças. Entre os familiares e amigos, por que não presentear um casal, ou apenas os filhos, visto que seria muito caro distribuir presentes individuais?

Reserve dinheiro para eventualidades

Não pense que o 13º será utilizado apenas para compras e pagamento de dívidas. Reserve parte desse valor para aplicações e outro tipo de investimento, o que pode ser muito útil no caso de alguma eventualidade (problemas mecânicos, problemas de saúde, necessidades financeiras de algum parente ou amigo próximo e outros). Se ainda não tem, crie um fundo de emergência para situações inesperadas e reserve parte do 13º para essa finalidade.

Pense nos gastos do início do ano seguinte

Lembre-se do Imposto de Renda e dos diversos outros gastos a sua espera no início do ano seguinte. O IPTU, por exemplo, é normalmente cobrado já a partir de janeiro, assim como o IPVA. Por que não reservar parte desse dinheiro (13º salário) para o pagamento dessas dívidas à vista? Dessa forma, você conseguirá descontos e não terá seu orçamento comprometido durante o primeiro semestre.

Separe uma parte do valor para algum capricho

Se o seu orçamento está tranquilo e você não tem dívidas ou nenhum financiamento para quitar, o seu 13º salário pode ser usado para comprar algo que você queira muito. É importante realizar desejos, principalmente após os danos psicológicos causados pela pandemia. Entretanto, não use o valor integral para satisfazer um capricho, separe uma parte do dinheiro para fazer essa compra.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.