BUSCAR
BUSCAR
Coluna
Notas e informes: Menos acidentes em Natal
Redação
15/05/2020 | 03:04

O número de acidentes de trânsito registrados em Natal caiu 64% na última semana de março, em relação ao mesmo período em 2019, de acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Foi a partir deste momento que o isolamento social foi endurecido na capital potiguar. Em abril, também houve redução (de 57% em 2020 com relação a 2019).

CPI da Arena

Após ouvir o colegiado de líderes, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa decidiu que a CPI da Arena das Dunas terá cinco membros. Os nomes dos integrantes serão oficializados na próxima reunião de líderes, agendada para terça (19).

Pandemia I

O número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil subiu para 202.918, e o total de mortes chega a 13.993. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na noite desta quinta-feira (14). No último balanço do governo, na quarta-feira, o total de infectados chegava a 188.974 e 13.149 mortes confirmadas. De acordo com os dados do ministério, foram notificadaos 13.944 novos casos da Covid-19 de quarta para quinta, um crescimento de 7,3%. Já em relação às mortes, foram notificados 844 novos óbitos, o que representa um avanço de 6,4%.

Pandemia II

No Rio Grande do Norte, eram 2.537 casos confirmados da doença até ontem à noite, com 117 mortes. Existem, ainda, 8,4 mil casos suspeitos e 56 óbitos em investigação.

Veto I

Em notas técnicas publicadas nesta quinta (14), o Ministério da Economia recomendou ao presidente Jair Bolsonaro que vete o trecho do projeto de lei de socorro federal a estados e municípios que permite a concessão de reajustes a servidores públicos. Essa é a contrapartida defendida pelo ministério para que a União repasse até R$ 60 bilhões em ajuda direta aos entes federados.

Veto II

Além de transferir dinheiro, o projeto autoriza os estados a suspenderem o pagamento de empréstimos contraídos junto a instituições financeiras nacionais e internacionais com garantias da União. Quando isso ocorre, cabe ao Tesouro Nacional pagar as parcelas dos empréstimos e cobrar os valores aos estados em seguida.

Veto III

O projeto aprovado pelo Congresso Nacional, porém, impede à União de seguir com os pagamentos dos empréstimos, na avaliação do Ministério da Economia. As notas técnicas apontam que isso faria o País dar calote em instituições financeiras internacionais. Por isso, há uma recomendação para veto neste trecho também.

À espera da sanção

Enquanto o presidente decide se acata ou não a recomendação do Ministério da Economia, os estados e municípios aguardam o socorro financeiro. Só de repasse direto, o projeto prevê quase R$ 1 bilhão para o Governo do Estado e prefeituras potiguares. A lei já está sobre a mesa de Jair Bolsonaro desde quarta-feira da semana passada.

Cooperativismo forte I

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou nesta semana um projeto de lei do deputado Coronel Azevedo (PSC) que suspende a cobrança de empréstimos consignados contraídos por servidores estaduais junto a instituições financeiras.

Cooperativismo forte II

Reconhecendo a importância do cooperativismo financeiro para a economia local, os deputados preservaram as cooperativas, as deixando de fora da regra. O Sicoob Potiguar, em nome de seu presidente Custódio Arraes, agradeceu a sensibilidade dos deputados, em especial Coronel Azevedo, George Soares, Hermano Morais e Francisco do PT, integrantes da comissão.

Av. Hermes da Fonseca, N° 384 - Petrópolis, Natal/RN - CEP: 59020-000
Redação: (84) 3027-1690
[email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.