BUSCAR
BUSCAR
Dia Nacional do Doador
Maior doador de sangue do planeta completa mais de 300 doações
Paulo doou sangue pela primeira vez aos 18 anos. Natural de Niterói (RJ), Neris recebeu o título de 'Cidadão Natalense' em 2018, como reconhecimento pelo gesto de solidariedade
Redação
25/11/2020 | 10:49

No Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado nesta quarta-feira, 25, o maior doador do mundo, servidor público Paulo Luiz de Lima Neris, de 54 anos, realizou a sua doação de número 305, no Hemovida em Natal.

Paulo doou sangue pela primeira vez aos 18 anos. Natural de Niterói (RJ), Neris recebeu o título de ‘Cidadão Natalense’ em 2018, como reconhecimento pelo gesto de solidariedade.

“O importante é salvar vidas em primeiro lugar. O mais interessante é não saber para quem a gente vai doar, a gente doa sangue para criança, adulto, idosos, homens e mulheres, independente da religião”, disse Paulo.

Ele começou a doar sangue em agosto de 1984, seguindo os passos do pai, que também atuava na causa. Hoje, ele já possui fidelizado 36 anos de doação, tanto apenas de sangue, quanto de plaqueta, que é mais especifica. Apesar de trabalhar como servidor público, Neris também se dedica à presidência de sua Organização Não Governamental (ONG), a “ADOSAN”, criada por ele para estimular a temática. Com suas doações Paulo pode ter ajudado cerca de 1220 pessoas.

“Uma doação salva até 4 vidas, isso é muito importante. Eu sempre digo você que tem boa saúde, saia da sua zona de conforto, procure um banco de sangue e doe sangue permanentemente”, falou Neris.

Apesar do marco, Neris não decide parar por aqui. Com doações permitidas até os 70 anos de idade, ele já faz planos para o futuro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.