BUSCAR
BUSCAR
Força-tarefa
Globo investiga se Luciano Huck pressionou patrocinadores por programa aos domingos, diz colunista
Marcas ligaram para o departamento comercial da emissora querendo saber quando Luciano Huck começa para "planejamento de cotas"
Alessandro Lo-Bianco
14/07/2021 | 20:28

A guerra pela fatia domincal na TV Globo – deixada pela saída antecipada do apresentador Fausto Silva dos domingos – deixou a TV Globo e o apresentador Luciano Huck numa situação que vem “amargando” cada vez mais. Agora, executivos da emissora montaram uma força tarefa sigilosa para apurar os “telefonemas atípicos” de algumas marcas patrocinadoras direcionadas para o departamento comercial, que foram classificadas como uma forma de ‘pressionar’ a emissora para tirar Leifert do ar e colocar logo o apresentador Luciano Huck. As informações são do colunista Alessandro Lo-Bianco.

Conforme noticiado com exclusividade por Lo-Bianco, Fausto Silva já havia confirmado em 2019 sua saída da emissora. Desde então a Globo planejava o que fazer com a grade de programação. Na época, Luciano Huck ainda não havia renovado o contrato com a emissora e não sinalizava interesse concreto em parnecer aos sábados, quando o seu futuro na política também era incerto.

A Globo acabou acertando uma renovação contratual para que o apresentador fosse o primeiro a substituir Faustão. Na época em que o contrato foi renovado, Faustão tinha acertado com a emissora que deixaria o Domingão apenas em março de 2022. Segundo as tratativas com Huck, ele continuaria apresentando o Caldeirão do Huck aos sábados, e enquanto isso montaria um novo programa – com novo formato – para ocupar o espaço de Fausto Silva a partir de março de 2022, mês em que a TV Globo costuma divulgar por meio de uma coletiva de imprensa a sua nova programação anual.

Entretanto, devido a internação de Faustão, foi necessário substituir as pressas o apresentador. O próprio Faustão teria indicado Tiago Leifert, que não se viu diante de outra posicição a não ser acatar a ordem da emissora logo após o Big Brother Brasil. A intenção ainda era que Faustão retornasse à grade de programação e assim permanecesse até o ano que vem. Entretanto, a boa audiência alcançada por Tiago Leifet agradou o público. Receosos de que Fausto Silva ainda precisasse passar por novas internações em decorrência do seu estado de saúde, executivos da Globo decidiram pegar o embalo nos bons índices de audiência de Leifert e mantê-lo na grade de programação até 2022, quando Huck estrearia seu novo programa. Mas o bom rendimento de Leifert e sua preferência pelo público mudou toda a situação.

De acordo com uma fonte segura na emissora, o marido de Angélica teria ficado insatisfeito com a notícia de que Tiago Leifert permaneceria nove meses aos domingos substituindo Faustão. Ainda de acordo com essa fonte, Luciano Huck teria direcionado sua insatisfação à Globo argumentando que a promessa era que ele deveria ser o primeiro substituto de Faustão e que, em 2022, ele entraria apenas para substituir Leifert, e não Fausto Silva como foi tratado nas negociações para sua renovação contratual. Naquela época, a própria TV Globo emitiu uma nota oficial confirmando a permanência de Leifert até março de 2022.

Após a pressão que teria sido feita pelo apresentador, a Globo optou por tirar Leifert do ar para amenizar a fogueira que aumentava nos bastidores da emissora. Leifert chegou a sinalizar no ar que só estava na programação enquanto Huck “penteava o cabelinho”. Segundo essas mesmas fontes, Tiago enviou uma indireta a Luciano Huck por ter escutado nos bastidores que Huck teria dito a pessoas próximas que ele estava querendo roubar sua vaga aos domingos.

A Globo acabou acertando uma renovação contratual para que o apresentador fosse o primeiro a substituir Faustão. Na época em que o contrato foi renovado, Faustão tinha acertado com a emissora que deixaria o Domingão apenas em março de 2022. Segundo as tratativas com Huck, ele continuaria apresentando o Caldeirão do Huck aos sábados, e enquanto isso montaria um novo programa – com novo formato – para ocupar o espaço de Fausto Silva a partir de março de 2022, mês em que a TV Globo costuma divulgar por meio de uma coletiva de imprensa a sua nova programação anual.

Entretanto, devido a internação de Faustão, foi necessário substituir as pressas o apresentador. O próprio Faustão teria indicado Tiago Leifert, que não se viu diante de outra posicição a não ser acatar a ordem da emissora logo após o Big Brother Brasil. A intenção ainda era que Faustão retornasse à grade de programação e assim permanecesse até o ano que vem. Entretanto, a boa audiência alcançada por Tiago Leifet agradou o público. Receosos de que Fausto Silva ainda precisasse passar por novas internações em decorrência do seu estado de saúde, executivos da Globo decidiram pegar o embalo nos bons índices de audiência de Leifert e mantê-lo na grade de programação até 2022, quando Huck estrearia seu novo programa. Mas o bom rendimento de Leifert e sua preferência pelo público mudou toda a situação.

De acordo com uma fonte segura na emissora, o marido de Angélica teria ficado insatisfeito com a notícia de que Tiago Leifert permaneceria nove meses aos domingos substituindo Faustão. Ainda de acordo com essa fonte, Luciano Huck teria direcionado sua insatisfação à Globo argumentando que a promessa era que ele deveria ser o primeiro substituto de Faustão e que, em 2022, ele entraria apenas para substituir Leifert, e não Fausto Silva como foi tratado nas negociações para sua renovação contratual. Naquela época, a própria TV Globo emitiu uma nota oficial confirmando a permanência de Leifert até março de 2022.

Após a pressão que teria sido feita pelo apresentador, a Globo optou por tirar Leifert do ar para amenizar a fogueira que aumentava nos bastidores da emissora. Leifert chegou a sinalizar no ar que só estava na programação enquanto Huck “penteava o cabelinho”. Segundo essas mesmas fontes, Tiago enviou uma indireta a Luciano Huck por ter escutado nos bastidores que Huck teria dito a pessoas próximas que ele estava querendo roubar sua vaga aos domingos.

“Pressão atípica dos patrocinadores”

Para amenizar os ânimos nos bastidores, a TV Globo decidiu tirar Leifert, também precoupada com a apresentação do The Voice e com um desgaste de imagem do apresentador que acabava de encerrar o BBB. Ainda segundo essa fonte da coluna que está entre os executivos da emissora, Huck teria ameaçado romper a renovação contratual caso Leifert se consolidasse inicialmente como o verdadeiro substituto de Fausto Silva. Por isso a Globo teria tomado a atitude de afastar Leifert após a Super Dança dos Famosos. Na ocasião, a imprensa já começava a fazer diversas manchetes em jornais e sites como “Nasce o substituto de Fausto Silva”, o que estaria deixando Luciano Huck cada vez mais insatisfeito, até mesmo em relação as comparações que estavam sendo criadas, culminando em uma escolha maior do público pela permanência de Tiago Leifert.

A ideia da Globo era tirar Leifet mas manter o plano da entrada de Luciano Huck somente em 2022. Por isso a emissora estudava fazer um rodízio entre apresentadores com quadros temáticos até março. Este colunista também noticiou com exclusividade que uma pesquisa de opinião foi encomendada pela TV Globo para avaliar os índices de popularidade entre Luciano Huck e Tiago Leifert aos domingos. Todas as decisões na emissora que envolvem tomadas de decisão de grande porte em sua programação sempre são pautadas por grandes pesquisas de audiência.

A TV Globo já recebeu o resultado da pesquisa. Nela foi configurada uma margem de preferência do público pela permanência de Tiago Leifert. Executivos se reuniram e decidiram que Luciano Huck deveria respeitar a decisão da empresa, caso não fosse mesmo colocado para apresentar um programa aos domingos na emissora. Segundo um dos executivos – numa das dezenas de reuniões feitas até aqui – a renovação contratual do apresentador não determina a obrigatoriedade dos domingos. Portanto, caso Luciano Huck se recusasse a permenecer aos sábados, a multa recisória contratual seria pautada em milhões.

Ocorre que, nos últimos dias, uma movimentação atípica aconteceu dentro do departamento comercial da TV Globo. Marcas patrocinadoras ligaram e cobraram um posicionamento da Globo sobre o apresentador escolhido “em definitivo” para substituir Faustão. A Globo ouviu dessas marcas que se fosse o Luciano Huck precisavam saber o quanto antes, pois teriam interesse em reservar suas cotas, sem mencionar a possibilidade de preencher seus espaços publicitários caso a escolha fosse por outro apresentador. A justificativa dada foi “a necessidade de planejamento orçamentário com antecedência”.

A emissora estranhou. Isso porque o departamento comercial avaliou que os argumentos estariam muito bem alinhados entre esses três patrocinadores. Executivos desconfiam que Luciano Huck teria entrado em contato com essas marcas para pressionar a Globo e conseguir adiantar sua entrada aos domingos antes do término anual.

Desconfiados, executivos da Globo se reuniram e optaram por cautela. Primeiro, uma força tarefa foi montada e está se desenrolando nos bastidores em sigilo para investigar o caso. Por isso foi decidido que Luciano Huck entraria ao ar no dia 5 de setembro, das 18h às 20h, mas sem um programa próprio. A alta cúpula da Globo optou por colocá-lo apresentando o Show dos Famosos e assim “matar três coelhos numa paulada”. O primeiro, investigar se Huck pressionou patrocinadores, o que foi classificado como inadimissível por um executivo. Em segundo, saber se os índices de audiência vão se se confirmar, assim como foram confirmados com a apresentação de Leifert, além de testar se o telespectador vai entregar um bom índice de aceitação por Huck depois que Leifert ficou melhor na preferência do público nas pesquisas. Em terceiro, claro, ganhar tempo para decidir se, de fato, Huck é o melhor nome para trazer a renovação que a emissora busca aos domingos a partir de março de 2022, quando pretende divulgar sua nova grade de programação.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.