BUSCAR
BUSCAR
Auxílio Emergencial
Pessoas dormem no chão à espera de atendimento em banco na Grande Natal; VEJA VÍDEO
Motivo da aglomeração é o Auxílio Emergencial de R$ 600 pago pelo Governo Federal
Redação
30/04/2020 | 08:19

O momento é de distanciamento social. Estar em meio a uma aglomeração é considerado um fator de risco durante esta pandemia do coronavírus, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Porém, coisa que já se tornou comum de se ver nesta crise, são as filas quilométricas nos arredores de agências da Caixa Econômica Federal. O motivo da aglomeração é o Auxílio Emergencial de R$ 600 pago pelo Governo Federal.

O anseio por enfrentar as filas enormes e talvez até não ser atendido, levou algumas pessoas à dormirem no chão, na frente da agência bancária. No vídeo gravado pelo fotógrafo Pedro Vitorino, pode-se observar que diversas pessoas descumprem as orientações da OMS e se arriscam ainda de noite, em busca de um lugar melhor na fila para ser atendido. A Caixa inicia seus atendimentos às 8h.

Com sua esposa, Agnaldo Simplício saiu da estrada que leva para Japecanga, em Macaíba, para dormir de frente à Caixa de Parnamirim, na Grande Natal.

“Vim aqui com a minha esposa, saímos do caminho de Japecanga e viemos para cá para sermos atendidos amanhã de 8h”.

Para auxiliar pessoas que estão nessa situação de espera, voluntários do Projeto Doa Natal (@doanatal) estão distribuindo alimentos, água e roupas as pessoas que estão nas filas da Caixa Econômica.

Uma viatura da Guarda Municipal esteve presente no local, para garantir a segurança de quem dormiu na frente da agência.

Foto: Pedro Vitorino
Foto: Pedro Vitorino
Foto: Pedro Vitorino
Foto: Pedro Vitorino
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - [email protected]
Comercial: (84) 98117-1718 - [email protected]
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.