BUSCAR
BUSCAR
Levantamento
Mais de duas mil famílias de São José de Mipibu irão receber o auxílio emergencial
Beneficiários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) em São José do Mipibu vão receber os recursos do auxílio emergencial do governo federal. Parte dos recursos começou a ser repassado às famílias nesta quarta-feira (22)
Redação
23/04/2020 | 05:30

Mais de 2 mil beneficiários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) em São José do Mipibu vão receber os recursos do auxílio emergencial do governo federal. Parte dos recursos começou a ser repassado às famílias nesta quarta-feira (22), segundo a Caixa Econômica Federal.

Ao todo, o município de São José de tem 2.263 famílias que recebem os recursos do programa Bolsa Família e que receberão auxílio emergencial por três meses. Após este período, estas famílias voltarão a receber os valores originais do Bolsa Família.

Com o auxílio emergencial, a estimativa é de que com o repasse às famílias o município terá, ao todo, R$ 5,5 milhões em circulação por mês.

A partir desta quinta-feira (23), a Caixa inicia o pagamento da segunda parcela para os inscritos no CadÚnico, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário.

Segundo a Caixa, o saque em espécie será liberado de forma escalonada para evitar aglomerações nas agências e unidades lotéricas, expondo empregados e clientes ao risco de contágio.

Os recursos creditados na poupança digital podem ser utilizados por meio do aplicativo do banco para pagamentos e transferências, entre outros serviços. Quem indicou conta bancária anterior ou vai receber os R$ 600 em substituição ao Bolsa Família, não tem restrição para saque.

A Caixa lembra que a Lei 13.982/2020 estabelece os critérios de quem tem direito a receber o auxílio emergencial. Todos os requisitos previstos nessa legislação devem ser observados para ter direito ao recebimento do benefício.

A Caixa disponibiliza o aplicativo e o site para cadastramento e acompanhamento das solicitações do auxílio. As informações coletadas por estes canais são enviadas à Dataprev para avaliação dos requisitos previstos na lei.

A Dataprev é responsável por verificar e informar à Caixa os cidadãos elegíveis e o valor do benefício, bem como informar os inelegíveis e o motivo da não aprovação. Após concluído o processo de análise, que tem sido feito em lotes de milhões de inscritos, as informações são homologadas pelo Ministério da Cidadania e encaminhadas ao banco, que, então, realiza o pagamento aos aprovados.

Vale lembrar que, para aqueles que recebem o Bolsa Família, a avaliação de elegibilidade é automática. Quem tiver o direito, receberá o crédito do auxílio no mesmo calendário e forma do benefício regular.

Os cidadãos inscritos no CadÚnico até 20 de março de 2020 que cumprem os requisitos legais, não fazem parte do Bolsa Família e têm conta poupança na Caixa ou no Banco do Brasil, recebem o crédito de forma automática. No caso daqueles sem conta, o crédito é feito na poupança social digital da Caixa.

Sede: Av. Hermes da Fonseca, 384 – Petropolis – Natal – RN – Cep. 59020-000
Telefone: (84) 3027-1690 / 3027-4415
Redação: (84) 98117-5384 - redacao@agorarn.com.br
Comercial: (84) 98117-1718 - publica@agorarn.com.br
Copyright Grupo Agora RN. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização prévia.