Publicidade
Preferência
Em pesquisa, 96,8% dos turistas aprovam estada no RN durante a alta estação
Levantamento do IPDC ainda mostrou que 89,8% dos entrevistados revelaram intenção de retornar ao destino no futuro e 98,5% disseram que indicariam o estado potiguar como destino turístico
José Aldenir / Agora Imagens
Rio Grande do Norte foi bastante aprovado como destino turístico por visitantes

A Fecomércio-RN divulgou levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisas e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), acerca da preferência dos turistas pelo Rio Grande do Norte durante a alta estação em 2018, que apontou a aprovação de 96,8% dos viajantes. Destes, 89,8% revelaram intenção de retornar ao destino no futuro e 98,5% disseram que indicariam o estado como destino turístico.

Os principais atrativos do Rio Grande do Norte que chamaram os turistas foram sol e praia (94,1%); cultura local (5,7%); culinária (4,8%) e preço (2,5%).

A maior parte deles veio do território nacional (71,2%), seguida pelo público argentino (25,9%); paraguaio (0,7%); uruguaio (0,6%) e italiano (0,5%). Dos brasileiros, os maiores viajantes partiram de São Paulo (23,5%), Distrito Federal (13,7%); Rio de Janeiro (11,9%) e Minas Gerais (10,2%).

Os entrevistados não se limitaram a ficar em Natal, 62,9% visitaram ou pretenderam visitar outras cidades potiguares, as principais sendo: Tibau do Sul (62,9%); Extremoz (30%); Parnamirim (13,2%) e Maxaranguape (8,3%).

Ainda de acordo com a pesquisa, 71,3% dos visitantes estavam visitando o Rio Grande do Norte pela primeira vez. Os turistas permaneceram, em média, cerca de nove dias no estado durante a alta estação, e 88,9% deles estiveram em terras potiguares para fazer turismo ou passear; 5,1% para visitar parentes; 4,6% para resolver negócios ou trabalhos; 0,7% para participar de eventos e congressos; e 1,2% que participaram de outras atividades.

Confira a pesquisa do IPDC.

Publicidade
Publicidade