Publicidade
Ambientalista defende plantio de árvores nas margens do Rio Potengi
Segundo Haroldo Motta, presidente da ONG Baobá, a medida visaria combater o assoreamento que o rio sofre atualmente
Ney Douglas

O uso responsável do Rio Potengi é um dos pontos defendidos pelo ambientalista e presidente da ONG Baobá, Haroldo Motta que, em entrevista ao Agora RN, demonstrou a necessidade de uma união entre as gestões municipais por onde passa o Potengi. Segundo Motta, a criação de um fórum ajudaria na definição de metas a longo prazo para a proteção e melhor cuidado com o estuário do Rio.

“O Rio Potengi precisa urgentemente de um levantamento, um grande fórum de discussão com os prefeitos das cidades onde ele passa. É necessária essa união para cuidar desse patrimônio dos potiguares”, sugeriu.

Haroldo também defende a plantação de novas árvores nas margens do Rio, que consequentemente evitaria que ele continuasse assoreando como acontece nos dias atuais.

Outro ponto defendido pelo ambientalista é a criação novas áreas de convivência em Natal, com novos parques para a população poder fazer uso de espaços que contribuam com a qualidade de vida. “A Criação de parque de árvores nativas, para a população fazer caminhada, praticar exercícios é sempre bem vinha em nossa cidade, que já tão carente de espaços públicos de lazer”, finalizou.

Publicidade
Publicidade